Inicialmente, os taxistas bloquearam a Avenida Getúlio Vargas ao lado do Palácio – Foto: Wendel Lnd/cedida
Fonte: O Acre

Na manhã desta segunda-feira, 01, taxistas intermunicipais primeiro fecharam a passagem da Getúlio Vargas nas proximidades do Palácio Rio Branco. Em seguida foram para o acesso à ponte metálica Juscelino Kubitschek.

O motivo se deve a aplicação de multas que alguns membros da categoria levaram por utilizar carretas para transportar bagagem dos passageiros durante as viagens entre os municípios acreanos.

Taxista comenta que foi multado em cerca de R$ 3 mil reais pela AGEAC.

Algumas multas chegam ao valor de quase R$ 3 mil. Eufran que é um dos autuados disse questionar o artigo que demonstrava a ilegalidade em usar o equipamento.

“Fui parado pela fiscalização e autuado de forma ilegal. O agente Lucas me abordou e disse que eu estaria cometendo ato ilegal e pedi a ele que me apresentasse o artigo na lei, e simplesmente fui ignorado e recebi a multa de quase R$ 3mil, tanto eu como outros colegas queremos uma resposta para isso, estamos pagando impostos para sermos perseguidos”, disse o motorista.

Eles aguardam serem chamados para uma reunião no palácio.

Profissionais bloquearam o acesso à ponte metálica na Capital.

 

 

 

Comentários