Na noite de segunda-feira, 3, o principal suspeito de matar a chilena Karina Constanza Bobadilha Chat, de 22 anos, confessou o crime ocorrido no fim de semana em Rio Branco.

O homem foi encaminhado a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), para prestar esclarecimentos.

Segundo a Polícia Civil do Acre, o suspeito foi localizado próximo à cidade de Sena Madureira.

O sujeito estava tentando fugir para a cidade de Feijó. A vítima era artista de rua e foi encontrada ferida a facadas na avenida Amadeo Barbosa.

A Polícia Civil entrou em contato com o consulado Chileno para que a família possa reconhecer o corpo. Os policiais também encontraram alguns objetos roubados da vítima.

Comentários