sinhasique08-10

A peemedebista Eliane Sinhasique declarou que o sistema de escutas telefônicas utilizado pela Secretaria de Segurança Pública do Acre só serve para grampear telefones da oposição. Por conta dessa desconfiança, a parlamentar apresentará requerimento solicitando informações acerca desse sistema.

“O Governo investiu R$500 mil na compra do Sistema Guardião que é para fazer escuta telefônica e, pelo que eu estou sabendo, ele só serve para escutar conversas de adversários políticos do PT”, declarou.

Sinhasique diz que o Guardião deveria estar sendo utilizado no combate ao crime organizado. O Estado tem sofrido com diversos ataques que são comandados de dentro do presídio. “O Guardião não serve para escutar conversa de bandido para evitar que os crimes aconteçam”.

Segundo a deputada, a suspeita de que esse sistema seja utilizado na interceptação ilegal de conversas telefônicas não é só sua. Em 2012, o Ministério Público Estadual abriu procedimento de investigação criminal para apurar se o sistema Guardião é usado para ouvir conversas telefônicas sem autorização judicial.

“Encaminharei ofício ao Ministério Público do Estado para saber do resultado dessa auditoria e vou apresentar um requerimento pedindo para a Secretaria de Segurança pública nos mandar quantos sistemas estão operando, quem opera, onde está instalado e quem é o responsável por ele”.

Comentários