fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Sessão solene na Aleac celebra o Dia da Mulher Advogada

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira (03), a Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) foi palco de uma sessão solene em homenagem ao Dia da Mulher Advogada, comemorado no dia 15 de maio. A solenidade, fruto de um requerimento apresentado pelo deputado Eduardo Ribeiro (PSDB), reuniu advogados, autoridades e convidados para celebrar e discutir a importância da presença feminina na advocacia.

O evento destacou as conquistas e desafios enfrentados pelas mulheres na profissão, além de ressaltar a necessidade de maior igualdade de gênero e reconhecimento no campo jurídico. A sessão solene foi aberta por Eduardo Ribeiro, que enfatizou a relevância da data e a importância de eventos como este para fortalecer a luta por equidade na advocacia.

Em seu discurso, Ribeiro saudou os presentes, incluindo deputados, advogados e servidores, destacando a importância das mulheres na advocacia. O parlamentar fez menção especial a várias figuras notáveis no campo jurídico, elogiando suas contribuições e trabalhos.

“É com muita honra que nós as recebemos nesta sessão solene em homenagem ao Dia da Mulher Advogada, comemorado em 15 de maio. Essa homenagem reflete o reconhecimento do valor e da importância das mulheres advogadas em nosso estado e na nossa sociedade”, enalteceu.

Durante a solenidade, as convidadas discursaram destacando suas experiências pessoais e profissionais, além de abordar temas como a inclusão de mulheres em cargos de liderança no setor jurídico, a importância do apoio mútuo entre advogadas e os desafios diários enfrentados pelas profissionais da área.

A presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim) Thaís Moura, destacou a importância da valorização contínua da advocacia feminina no Brasil. Saudando as autoridades presentes, ela mencionou o compromisso do deputado Eduardo Ribeiro com a causa: “A realização dessa sessão solene aqui em homenagem à mulher advogada é um reflexo, um retrato de um mandato parlamentar que se preocupa com a advocacia brasileira”, disse.

Thais Moura também abordou os desafios específicos enfrentados pelas mulheres na advocacia, exemplificando com o caso de uma advogada no Pará que teve seu pedido de adiamento de audiência negado devido ao nascimento de seu filho. “Nós não suportamos mais nenhum tipo de desrespeito com relação ao nosso gênero, ” afirmou ela, reforçando a necessidade de reconhecimento e igualdade no exercício da profissão.

Em seguida, a presidente da Associação das Mulheres Juristas do Acre, doutora Tatiana Martins, destacou a persistente desigualdade de gênero no campo jurídico durante um evento recente. Ela ressaltou que, apesar das mulheres serem maioria na advocacia, “ainda somos minoria em vários aspectos”, como na propriedade territorial e nas remunerações, especialmente no estado do Acre. Tatiana Martins criticou ainda a lentidão das mudanças legislativas e o desdém com que as demandas femininas são frequentemente tratadas, afirmando que “tudo é jogado dentro da fala do mimimi”, o que impede um diálogo profundo sobre as desigualdades estruturais.

A doutora Alexandrina, presidente da Associação das Mulheres de Carreira Jurídica do Acre, expressou seu prazer em participar da solenidade. Ela destacou a independência e a nobreza da advocacia, uma profissão que exerce há 45 anos com muito respeito e sem arrependimentos, apesar das dificuldades enfrentadas. “Considero a advocacia a melhor profissão, porque ela é independente. Nós podemos estipular nosso horário para poder advogar. É um ofício que eu exerço há 45 anos, com muita honra e respeito”.

A doutora Patrícia Peixoto, presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/Ac, expressou sua gratidão e emoção ao participar da sessão. Ela destacou os avanços conquistados pelas advogadas, especialmente pela persistência das precursoras como a doutora Alexandrina, que enfrentaram grandes desafios para abrir caminho às gerações atuais. “Enfatizo a necessidade de valorizar as mulheres advogadas diariamente, respeitando suas competências e demandas profissionais, como o adiamento de audiências por motivos de maternidade. Sublinho ainda, a importância da união entre as advogadas para superar obstáculos e alcançar a verdadeira equidade na profissão”.

Já o presidente da OAB Acre, doutor Rodrigo Aiache, ressaltou a importância da paridade de gênero, afirmando que “todos os cargos são ocupados de maneira paritária, 50% de homens e 50% de mulheres,” e anunciou que “a próxima vaga de desembargador será preenchida por uma lista composta de forma igualitária.” Em uma reflexão pessoal, Aiache compartilhou histórias de mulheres fortes em sua vida, enfatizando que “a mulher tem que ser respeitada, que a mulher precisa ocupar espaço de poder.”

A doutora Janete Mello de Albuquerque, Procuradora-Geral do Estado, que participou da sessão representando o governador Gladson Cameli, destacou a importância histórica do momento e a relevância das mulheres na advocacia. Janete expressou admiração pelas pioneiras que abriram caminho e refletiu sobre os desafios diários enfrentados pelas mulheres, tanto na profissão quanto na vida pessoal. “Há uma necessidade contínua de reafirmação e demonstração de competência pelas advogadas, lembrando que muitas vezes, elas precisam lidar com preconceitos e obstáculos adicionais em um ambiente predominantemente masculino”. 

A vice-presidente da OAB/AC, Socorro Rodrigues, ressaltou a importância da homenagem às advogadas acreanas, celebrada no dia 15 de maio, data instituída pela Lei nº 393 em homenagem a Maria Roseli Fernandes Gomes da Mata, primeira advogada a se inscrever na OAB-AC. “Nós estamos aqui para homenagear todas as advogadas acreanas pelo dia que essa Casa Legislativa escolheu”, declarou ela, enfatizando a luta histórica das mulheres por direitos e igualdade.

Ela destacou ainda que “a presença feminina, com altivez e representatividade, pelo conhecimento e pelo empoderamento, desfaz aquela previsão de cotas que existia antigamente”. A vice-presidente também sublinhou o progresso significativo trazido por legislações como a Lei Maria da Penha, mas alertou que “há ainda muito o que transformar, notadamente, quando a participação da mulher no cenário político brasileiro está carente de lideranças femininas”.

Ao final da solenidade, Eduardo Ribeiro expressou seu agradecimento pela presença de todos e elogiou a organização do evento. Ele destacou a importância da Ordem dos Advogados do Brasil e mencionou diversos projetos de lei voltados à promoção dos direitos das mulheres. O deputado reconheceu a atuação das três deputadas presentes no parlamento e destacou outras mulheres em posições de destaque no Estado, como a procuradora-geral, a defensora pública-geral e a presidente do Tribunal de Justiça. Ele enfatizou a representatividade feminina no Plenário e reafirmou o compromisso da Aleac com a inclusão e valorização das mulheres.

Texto: Andressa Oliveira e Mircléia Magalhães

Fotos: Sérgio Vale

            

Fonte: Assembleia Legislativa do AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Desembargadora Eva representa TJAC e desembargadora Waldirene é condecorada em solenidade alusiva aos 62 anos do Estado

Publicado

em

Por

A decana da Corte acreana participou representando a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Regina Ferrari, na solenidade que também condecorou a desembargadora Waldirene Cordeiro, com a insígnia da Ordem da Estrela do Acre

Na tarde deste sábado, 15 de julho, o Executivo estadual realizou a tradicional solenidade de celebração alusiva a data em que o Acre deixou de ser território federal para se tornar estado conquistando, sua autonomia política e administrativa.

A mesma data que marca os 62 anos de Estado do Acre, também marca os 61 anos de instalação do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC). Em 1962, o presidente do Brasil, João Goulart, assinava em Brasília a lei criada pelo deputado federal, Guiomard dos Santos, que elevava o então território federal do Acre à categoria de estado.

O Judiciário acreano foi representado na solenidade pela decana da Corte, a desembargadora Eva Evangelista, que representou a presidente do tribunal, desembargadora Regina Ferrari. Participaram também, o desembargador Junior Alberto, enquanto presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), e a desembargadora Waldirene Cordeiro que foi uma das pessoas a receber honraria.

Com representantes dos três Poderes e demais instituições, a solenidade realizada no Calçadão da Gameleira, iniciou com as honras militares da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC) e do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), seguida da troca e hasteamento da bandeira acreana. Em seguida, o governador Gladson Cameli iniciou a condecoração da Ordem da Estrela do Acre.

A condecoração tem como objetivo reconhecer e premiar pessoas físicas que prestaram serviços notáveis ao estado ou que possuem méritos excepcionais. A desembargadora Waldirene Cordeiro foi condecorada com a insígnia no Grau Grande Oficial, por seus relevantes serviços prestado ao Acre em sua atuação na Justiça acreana. 

Em seu agradecimento, a desembargadora expressou sua gratidão, relembrando sua trajetória de vida. “Muita alegria por viver esse momento. Eu, que sou egressa do Segundo Distrito, do meu principado da 6 de Agosto, estar aqui hoje, nesta tarde maravilhosa, a receber a honraria de suas mãos, governador. Agradeço em nome de todas e todos da minha casa, o Judiciário acreano”. 

O governador Gladson Cameli, ressaltou e seu discurso a história de luta e resiliência do estado acreano. “O hino também fala sobre nós. Sobre o que cada acreano traz dentro de si. O primeiro valor é a nobreza de um coração que acolhe, respeita e partilha. Somos um povo que recebe de braços abertos, convive e aprende com as diferenças e mesmo quando tem pouco, sabe doar muito”.

Fonte: Tribunal de Justiça – AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Governador Gladson Cameli conduz comemoração dos 62 anos do Acre, que contou com entrega de homenagens

Publicado

em

Por

Com a presença do governador Gladson Cameli, a solenidade em comemoração aos 62 anos do estado acreano recebeu autoridades e incluiu homenagens e honrarias durante uma vasta programação no fim da tarde deste sábado, 15, em Rio Branco, às margens do Rio Acre, que corta a capital.

A partir das 16h, teve início a solenidade de troca e hasteamento da bandeira acreana, seguida do receptivo das autoridades no Cine Teatro Recreio.

Governador do Acre liderou comemorações dos 62 anos do estado do Acre. Foto: Neto Lucena/Secom

A abertura contou com honras militares da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC) e do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC). Após o hino brasileiro e a leitura de um texto referente ao Acre, lido por Augusto Barreto da Silva, ex-aluno da escola Humberto Soares, ocorreu a substituição da bandeira ao som do hino acreano.

Um vídeo em homenagem a todos os acreanos, produzido pela Secretaria de Comunicação (Secom), foi exibido no telão.

Em seguida, a solenidade seguiu com a condecoração da Ordem da Estrela, que teve a leitura do Decreto N° 24 de 26 de fevereiro de 1976, seguido das condecorações, entrega da insígnia, leitura do currículo do agraciado, assinatura do Livro de investidura, fotos oficiais e pronunciamentos dos representantes do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), da Assembleia Legislativa, do prefeito de Rio Branco e do governador.

Homenagens

Um dos homenageados, in memorian, foi o artista acreano João Donato, que morreu em julho do ano passado. Ele recebeu a insígnia no Grau Comendador, representado pelo filho Donatinho.

“É com muito prazer que recebo essa homenagem, que é mais do que merecida. Acho que é muito legal essa iniciativa, porque só assim conseguimos dar destaque aos nossos artistas. Estou feliz de estar aqui neste ano em que João Donato faria 90 anos e espero em agosto estar novamente aqui para fazermos um grande tributo”, agradeceu.

Além de Donato, foram condecorados a desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), Waldirene Oliveira da Cruz Lima Cordeiro, no Grau Grande Oficial, e o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE), Antônio Hora Filho, no Grau Comendador. Ambas as homenagens foram oficializadas pelos decretos nº 7.089-P e nº 7.090-P, respectivamente.

Evento contou com autoridades e homenagens. Foto: Neto Lucena/Secom

História de luta

O governador do Estado, Gladson Cameli, começou seu discurso declamando o início do hino acreano e destacando a história de luta e resiliência do estado acreano.

“O hino também fala sobre nós. Sobre o que cada acreano traz dentro de si. O primeiro valor é a nobreza de um coração que acolhe, respeita e partilha. Somos um povo que recebe de braços abertos, convive e aprende com as diferenças e mesmo quando tem pouco, sabe doar muito”, destacou.

O chefe de Estado também reforçou que tem levado como uma missão a gestão do Acre, pontuando que tem seguido com fé, ânimo e confiança. “Os nossos valores estão presentes hoje no brilho do olhar das nossas crianças, na sabedoria dos mais experientes, no empenho dos jovens que ainda tem muito a conquistar.”

Ao finalizar, reforçou a mensagem que tem levado como governador do Estado para o país e todo mundo ao dizer que o Acre deve estar sempre no topo, com as mesmas oportunidades e com os olhares voltados para a riqueza cultural do território.

“Para todo o resto lutaremos e conquistaremos, como fizemos ao longo da nossa história, porque a grandeza do Acre não é apenas uma vontade, é o nosso destino!”

Em entrevista à imprensa, ao ser questionado como tem sido estar à frente do Estado, Cameli disse que, apesar dos desafios, tem se mantido otimista com o progresso do Acre.

“Vou permanecer mantendo sempre o equilíbrio financeiro do Estado, gerando oportunidades de emprego e renda, sem esquecer da saúde financeira e olhando sempre para as pessoas. Esse é o grande desejo de um Estado aberto para todos. O Acre está no caminho de avanços, e isso são os números que mostram”, ressaltou.

Mais uma vez, o gestor reforçou a parceria com as prefeituras para o bem-estar de todas as cidades. “Eu digo sempre que o estado do Acre não pertence a um grupo político, pertence a todas as famílias, às pessoas, homens e mulheres que aqui vivem, que aqui nasceram, que aqui escolheram para viver e para trabalhar.”

População acompanhou desfile cívico em homenagem ao estado. Foto: Neto Lucena/Secom

Acreanos com orgulho

O público presente destacou a importância da solenidade para reforçar a história do estado e o patriotismo nos jovens que desfilam pelas escolas.

“Nosso filho é do Colégio Dom Pedro II e vai participar da solenidade do hasteamento da bandeira e viemos também prestigiar a solenidade. Este ato cívico deve ser reforçado todo o ano para que nossas crianças tenham conhecimento dessa história”, disse Paulo Araújo, que foi acompanhar a comemoração ao lado da esposa e da mãe.

Maria Auxiliadora Moraes faz questão de sempre estar presente nestes atos cívicos. “Hoje minha neta vai desfilar, mas sempre venho e faço questão de trazer meus netos também. São datas cívicas importantes que fazem nossos jovens entenderem a história do Acre”, pontuou.

João Boaventura foi acompanhar a filha que está na terceira série do ensino médio na escola Dom Pedro. “Sou acreano e essa data é importante para todos nós. É uma comemoração muito bonita, desde o fardamento e toda a programação”, disse.

O evento finalizou com um coquetel na Galeria Juvenal Antunes, que contou com a presença do governador e demais autoridades, além do show da banda de Cruzeiro do Sul, Garotos do Sótão.

Fonte: Governo AC

Comentários

Continue lendo

Acre

Ao lado do filho, Gladson faz revista às tropas em cerimônia de 62 anos do Acre

Publicado

em

O Estado do Acre comemora, neste sábado (15), 62 anos de emancipação política. Em alusão ao aniversário, o governo do Estado realizou uma cerimônia no Calçadão da Gameleira.

No início da celebração, o governador Gladson Cameli, ao lado do filho Guilherme Cameli, fez a tradicional revista às tropas com a presença de alunos dos colégios militares Tiradentes e Dom Pedro II, de Rio Branco.

O governador realizou a revista às tropas acompanhado do filho/ Foto: Juan Diaz, ContilNet

A cerimônia conta também com a presença dos secretários de Estado, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, comandantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, a mãe do governador, Linda Cameli, e outras autoridades.

A população também marcou presença na celebração, assistindo toda a cerimônia que contará com o hasteamento da nova bandeira, condecorações e a leitura do texto referente ao Acre.

Comentários

Continue lendo