ugt

São Paulo — O senador Sérgio Petecão (PSD) se reuniu, nesta segunda-feira (7), com o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patá, para dialogar sobre o Projeto de Lei nº PLS 385/2016, que pretende acabar com a obrigatoriedade da contribuição sindical. A reunião aconteceu na sede do sindicato dos trabalhadores no comércio de São Paulo.

A proposta, de autoria do senador, modifica a Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT) e prevê que o imposto sindical seja devido somente aos trabalhadores filiados aos sindicatos, deixando livre da cobrança o trabalhador não sindicalizado.

Na reunião, Ricardo Patá ressaltou a importância da contribuição sindical e definiu como essencial para garantir a defesa e a assistência das classes trabalhadoras.

Sérgio Petecão disse que a proposta tem foco na desobrigação do pagamento compulsório. “O trabalhador deve ser o responsável pela decisão de contribuir ou não com o sindicato”, disse.

Petecão reiterou que o diálogo é fundamental e pretende ouvir os setores da sociedade. Ele destacou ainda a pesquisa realizada pelo portal e-cidadania, do Senado Federal, onde 58.115 mil internautas foram favoráveis ao fim da contribuição obrigatória e 717 foram contrários. (A estimativa da consulta pública é atualizada online. O resultado citado é referente ao horário do fechamento desta matéria: 17h11).

Para votar, basta que o cidadão acesso o link: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=127235&voto=favor

Comentários