Da contilNet

Rocha pedirá ao STJ averigação de conduta de desembargadores acusados de avisar Viana da G7″É preciso providências sobre a conduta desses membros do Tribunal de Justiça”, disse o deputado.

MAJOR-ROCHA

O líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Acre, Wherles Rocha, recém-eleito para a Câmara Federal, afirmou à reportagem da ContilNet Notícias que protocolará nesta quarta-feira (5), no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pedido de averiguação da conduta de desembargadores acusados pelo governador Tião Viana (PT) de terem vazado informação privilegiada sobre a operação G7, quebrando assim o segredo de Justiça.

“O governador disse que foi procurado por dois desembardores, incluindo um que estava alcoolizado. Ele colocou todos sob suspeição. É preciso providências sobre a conduta desses membros do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC)”, ressaltou.

Rocha classifica como gravíssima a declaração de Tião Viana por mostrar suposto comportamento ilegal de membros do TJ e diz que pedirá instauração de processo administrativo e criminal para chegar à verdade dos fatos no que tange ao comportamento dos desembargadores.

“É grave oferecer informação privilegiada de um processo que corre em segredo de Justiça”, disse.

O repúdio de Rocha ao suposto vazamento de informação acontece dois dias após publicação de reportagem do site Ac24horas, onde Viana afirma ter sido avisado da deflagração da operação G7, que foi desencadeada em maio de 2013 levando para a cadeia gestores petistas e empresários acusados de crimes como desvio de dinheiro público e fraude em licitações.

A reportagem da ContilNet entrou em contato com a assessoria de imprensa do TJ, via telefone, mas não obteve declaração de nenhum membro da corte acreana.

Comentários