unnamed-55

O advogado Roberto Duarte foi recebido com festa por lideranças do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). A solenidade de filiação aconteceu, na manhã desta sexta-feira (24), na sede do PMDB, às 9h30.

Lideranças do partido e da oposição se fizeram presentes para prestigiar a chegada do jovem advogado. Dentre eles, o presidente do PMDB e deputado federal Flaviano Melo, o senador Sérgio Petecão (PSD) e os deputados estaduais Eliane Sinhasique e Chagas Romão (ambos do PMDB).

Eliane Sinhasique, uma das principais articuladoras da vinda de Roberto para o PMDB, declarou que desde o final das eleições de 2014 “namorava” o advogado. “Esse namoro ocorreu porque eu sempre achei que o Roberto tinha um DNA de peemedebista. Ele recebeu inúmeros convites para ir para outros partidos, mas quando leu a cartilha do PMDB, falou: não, realmente, o meu DNA é o DNA do PMDB”.

unnamed-63

Flaviano Melo acredita que Roberto vem para somar. “O espaço aqui é imenso. Tem espaço para todo mundo. Venha para cá, se junte a nós que eu tenho certeza absoluta que você vai poder fazer muita coisa. Você é jovem, você pensa grande. Está na hora de recomeçar aqui no PMDB e de fazer conquistas aqui dentro”, declarou.

Roberto Duarte disse que dois motivos o levaram para o PMDB. O primeiro foi o estatuto do partido e o segundo foi a afinidade familiar que o advogado tem com as suas origens do Rio Grande do Sul. Roberto conta que parentes seus foram presidentes regionais do PMDB e filiados ao partido.

“O estatuto é o mais democrático dentre todos os partidos que eu olhei. Antes de me filiar, eu estudei os regimentos internos, estudei os estatutos partidários para ver em qual eu me enquadrava e qual deles é o mais democrático. Eu entendi que o PMDB, é como o Flaviano falou, deixa e dá oportunidade para as pessoas trabalharem e crescerem”.

Para finalizar, Sinhasique deu as boas-vindas aos 17 novos filiados e enalteceu a forma de fazer política do partido. “Nós fazemos parte da política que junta e não da política que espalha, da política que soma forças e não da política que destrói”, declarou.

Comentários