Ao todo, foram classificados 277 candidatos. Data para nomeações e posse ainda não foi definida, segundo Secretário de Polícia Civil.

Resultado final do concurso da Polícia Civil do Acre é homologado — Foto: Divulgação/Secom
Por Iryá Rodrigues, G1 AC

O resultado final do concurso para contratação de delegados, agentes, escrivães e auxiliares de necrópsia da Polícia Civil do Acre foi homologado nesta terça-feira (4), em publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Ao todo, foram 277 classificados.

Também foi divulgada a relação dos classificados nas vagas reservadas à pessoa com deficiência (PCD). O resultado pode ser conferido a partir da página 22 do DOE. A lista contém o cargo, número de inscrição e nome do candidato em ordem de classificação.

____________________

Ao todo, são 172 agentes de polícia classificados, outros 25 auxiliares de necrópsia, 37 delegados de polícia e 35 escrivães. Além de mais 6 agentes e 2 delegados que se classificaram nas vagas reservadas à pessoa com deficiência.

____________________

O secretário geral de Polícia Civil, Henrique Maciel, afirmou que ainda não foi marcada a data das nomeações e posse. Em abril do ano passado, os candidatos tinham sido convocados para participarem do curso de formação.

“Após a homologação que foi publicada hoje, tem um prazo de recurso para os candidatos que se sentiram prejudicados por colocação. Aí, após esse prazo cabe ao governo fazer a nomeação. Eles já passaram quatro meses na academia, o curso terminou em novembro, depois teve a homologação do curso e agora é a homologação final. Ou seja, já estão aptos a serem nomeados”, afirmou o secretário.

Concurso Polícia Civil

O concurso da Polícia Civil era para preenchimento de 250 vagas. Os salários vão de R$ 3.007,78 a R$ 15.378,00. O processo seletivo teve 7.652 pessoas inscritas, segundo a Secretaria de Gestão Administrativa (SGA).

Das vagas, 176 são para o cargo de agente de Polícia Civil, 20 para auxiliar de necropsia, 18 para o cargo de delegado de Polícia Civil e outras 36 vagas para escrivão. Todos os cargos eram para o nível superior, sendo que para delegado, o candidato tinha que ser formado no curso de direito e ter, no mínimo, três anos de atividade jurídica ou policial.

Comentários