Após deixar os moradores dos municípios de Epitaciolândia e Brasiléia assustados com cerca de quase 70 casos registrados de covid-19, os resultados se mantiveram parados por cerca de 48 horas, mas, ainda é motivos de preocupação para as autoridades.

Nesta semana, uma morte foi confirmada de uma idosa de 77 anos e ao mesmo tempo, houve uma cura que seria do primeiro caso anunciado de um bombeiro militar, no final de semana.

Brasiléia registrou 25 casos, 102 descartados e 127 notificados e sem nenhum em análise, segundo a Secretaria de Saúde do Acre no seu boletim deste domingo (24).

O município vizinho de Epitaciolândia, está com 70 casos notificados, 40 confirmados, 30 descartados e nenhum em análise. Assis Brasil, que registrou a primeira morte pelo vírus, teve 41 notificados, 34 descartados, está com 7 casos confirmados e nenhum em análise.

Xapuri, o primeiro município da regional do Alto Acre a relatar casos de infectados, está com 92 casos notificados, 66 descartados, 26 confirmados e nenhum em análise.

O aumento dos resultados positivos confirmados nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, fez com que os gestores reeditassem Decretos, os tornando mais rígidos com intuito de proteger seus munícipes. Sendo um deles, o impedimento de taxis oriundos de outras praças, não cheguem na fronteira.

 

Comentários