fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Quem paga o prejuízo? Fronteira volta a ser alvo de ladrões de fios que pode afetar comunicação

Publicado

em

Avenida principal de Brasiléia, amanheceu com parte da fiação roubada – Foto: Jhonys David

A região de fronteira volta a ser alvo de ladrões de fios. O problema é recorrente e poderá afetar principalmente, a parte da comunicação de telefonia fixa e internet.

Nesta terça-feira, dia 15, o estrago foi registrado na avenida Manoel Marinho Montes, principal via comercial da cidade de Brasiléia. Por vários metros, os ladrões não se importam mais com sistemas de seguranças que estão sendo analisados pelas autoridades policiais.

Em conversa com agentes da Lei, dizem que já sabem que são, mas, as brechas no Código Penal estão beneficiando os mesmos, que as vezes não ficam 24 horas até serem levados para a audiência de custódia.

Fios roubados estão sendo usados como moeda de troca no lado boliviano – Foto: Jhonys David

Nesse caso, o roubo dos fios serve para ser trocado por cocaína, maconha, entre outras drogas no lado boliviano. “Estamos ficando refém desses indivíduos. Os prejuízos estão sendo constantes, os serviços prejudicados e boa parte dos clientes não querem saber o motivo da interrupção, uma vez que a internet já faz parte do nosso cotidiano”, destacou um representante de uma empresa de internet na fronteira.

Esse prejuízo não é apenas para empresas de comunicação. O Município de Brasiléia foi alvo recentemente, quando pretendia entregar aos munícipes, a reforma do Parque Centenário, mas teve sua fiação roubada, ficando o local às escuras.

O acesso ao lado boliviano após as pontes, onde existe vários pontos de venda de droga, é um outro problema para as autoridades. “Se for liberado esse porte de droga no Brasil, nossa fronteira ficará insuportável. Já temos muitos dependentes químicos que estão praticando esses delitos quase que diariamente, imagina a situação?”, destacou um policial que pediu para não ser identificado.

Matérias relacionadas:

Ladrões roubam fiação elétrica de Parque Centenário em Brasileia

Ladrões levam fios de fibra ótica e cortam comunicação via internet na fronteira

Vândalos roubam fiações e causa prejuízo a provedores de internet e fornecedor de energia em Brasiléia

 

Comentários

Extra

Igarapés transbordam e afetam tráfego na 317 após fortes chuvas na região

Publicado

em

Informe do Hidroestimador – Na bacia do rio Acre, observa-se que o maior volume de precipitação se concentrou no Alto Acre. O volume estimado entre 100 e 150mm (cor vermelho escuro) se concentrou na maior parte da região. Nas proximidades de Assis Brasil/Iñapari, houve registro de volume de até 160 mm (cor roxa).

Uma forte chuva que durou horas na regional do Alto Acre, na região acima do município de Brasiléia, principalmente entre Assis Brasil e Iñapari (Peru), durante a noite e madrugada desta terça-feira (20) deixou moradores e autoridades em alerta na manhã desta quarta-feira, dia 21.

O volume que caiu durante a madrugada, segundo as autoridades, seria o previsto para cerca de três dias ao menos. Foram registrados pouco mais de 160 milímetros de chuva em algumas horas.

Devido esse grande volume, vários igarapés encheram ao ponto de transbordo. Vários registros foram feitos, inclusive na BR 317 (Estrada do Pacífico), no km 80, ainda dentro dos limites do município de Brasiléia, perto da divisa de Assi Brasil.

Réguas de medição em Assis Brasil, mostram nível abaixo do amarelo (alerta).

Algumas pessoas ainda se arriscaram com caminhonete e caminhões a fazerem a passagem, na parte em que os igarapés localizados às margens da BR, não suportaram o volume de água. Outros registros também foram feitos em alguns ramais no km 50.

Em conversa com um dos representantes da Defesa Civil em Brasiléia, comentou que todos estão em alerta, mas, já foi registrado uma estabilização das chuvas e do Rio Acre, que teria chegado próximo aos 9 metros em Assis Brasil.

Acreditam que nas próximas 48 horas, o volume registrado pela manhã, deva chegar em Brasiléia e Epitaciolândia no início do final de semana.

Vista ao lado da Colônia de Pescadores de Assis Brasil.

Também foi informado que uma equipe se deslocou para a estação localizada acima de Assis Brasil, na aldeia dos Patos, devido a estação de registro apresentar problemas.

“Equipes dos Bombeiros, Defesa Civil e do município de Brasiléia estão em alerta a pedido da prefeita Fernanda Hassem. Estamos trabalhando da mesma forma do ano passado (2023), para ajudar os munícipes ribeirinhos caso venham necessitar de apoio”, destacou.

 

Comentários

Continue lendo

Extra

Polícia Civil realiza apreensão de cocaína na Estrada do Pacifico, vinda do Peru

Publicado

em

Traficante conseguiu fugir após perseguição pela BR e abandonar carro com a droga.

Na tarde desta terça-feira, dia 20, uma equipe de investigação da Delegacia de Brasileia realizou uma operação contra o tráfico de drogas que terminou em uma perseguição na região da fronteira Brasil/Peru. O alvo era um suspeito de envolvimento com o comércio ilegal de entorpecentes, monitorado pelas autoridades na altura do km 10, no sentido Brasiléia/Assis Brasil, na BR 317, Estrada do Pacífico.

Ao tentarem uma abordagem ao indivíduo, este empreendeu fuga em alta velocidade a bordo de um veículo Fiat/Siena de cor vinho, placas MZZ 6E49, sendo perseguido por alguns quilômetros. A perseguição terminou quando o suspeito abandonou o veículo e entrou uma densa área de mata próxima ao Polo da UFAC.

Após a interrupção da perseguição, os policiais procederam com uma busca minuciosa no veículo, revelando o motivo da fuga: cerca de 20 kg de cocaína, supostamente contrabandeados do Peru. O indivíduo, cuja identificação já está em posse das autoridades, possui antecedentes criminais por roubo e tráfico de drogas.

Apesar dos esforços dos policiais, o suspeito permanece foragido, com as autoridades empenhadas em sua localização e prisão. Tanto a droga quanto o veículo utilizado na fuga, foram apreendidos e encaminhados para a delegacia local, onde os procedimentos legais foram realizados.

As investigações permanecem em curso.

Comentários

Continue lendo

Extra

Prefeitura de Brasiléia realiza abertura do Ano Letivo 2024

Publicado

em

Na manhã desta segunda-feira dia 19 de fevereiro, a comunidade escolar de Brasiléia se reuniu na escola Menino Jesus para a solenidade oficial de abertura do ano letivo 2024, organizado pela Secretaria Municipal de Educação e marca o retorno das aulas nas escolas municipais.

Em seu discurso, a secretária de Educação Francisca Oliveira reafirmou o compromisso da gestão municipal com a educação de qualidade, destacando iniciativas que serão implementadas ao longo dos anos para promover a melhoria do ensino nas escolas municipais e a construção coletiva do calendário escolar.

“Pela primeira vez na história de Brasiléia, nós construímos um calendário com a participação de todos os nossos servidores da educação. Os nossos estudantes estão animados para começar de fato a estudar, e eu quero pedir aos pais que mandem seus filhos para a escola, não deixem faltar. Precisamos garantir que as nossas crianças construam aprendizagens significativas em todas as nossas escolas”, destacou a secretária.

A gestora da escola infantil Menino Jesus, Maria Castro, compartilhou suas expectativas para este ano letivo: “As nossas expectativas são de um ano letivo de sucesso, de conseguirmos alcançar metas importantes até o final do ano. O nosso coração está cheio de alegria e desejo de fazer cada vez mais em prol das nossas crianças”, enfatizou.

A Rede Municipal de Educação de Brasiléia está pronta para receber mais de 3 mil alunos, abrangendo desde a educação infantil até o ensino fundamental e creche.

Com esse amplo alcance, a rede demonstra seu compromisso em oferecer oportunidades educacionais de qualidade para crianças e adolescentes, buscando garantir o acesso à educação e promover o desenvolvimento integral dos estudantes ao longo do ano letivo de 2024.

Estiveram presentes, a secretária de Educação – Francisca Oliveira, a Gestora de Políticas para Mulheres – Suly Guimarães, presidente do Conselho Municipal de Educação – Maryjulia dos Santos, representante do Sinteac – Antônia Ferreira, coordenador de ensino – Jesus Bispo, vereadores Elenilson Cruz e Rogério Pontes, Gerentes, Coordenadores e Secretários municipais, professores, gestores escolares e alunos.

Comentários

Continue lendo






Em alta