De acordo com as investigações da Polícia, o primeiro tiro atingiu a barriga do Coronel. Já caído, o militar recebeu outro disparo na região da cabeça

Delegado Marcos Frank – Foto/senaonline

Uma ação conjunta desencadeada por policiais Civis e Militares de Sena Madureira na noite de ontem resultou na apreensão de quatro menores de idade acusados de envolvimento no assassinato do Coronel aposentado da PM Manoel Pedro Neto, 60 anos. Um deles de apenas 15 anos de idade foi o autor dos disparos mortais contra a vítima.

De acordo com as investigações da Polícia, o primeiro tiro atingiu a barriga do Coronel. Já caído, o militar recebeu outro disparo na região da cabeça, morrendo antes mesmo de receber atendimento médico.

O delegado Marcos Frank, titular da Unidade de Segurança Pública de Sena falou sobre o desfecho do caso. “Apuramos a participação de quatro menores de idade que foram apreendidos nas primeiras horas da noite de ontem. Eles avistaram a vítima na Feira dos colonos e de posse de duas armas decidiram praticar o roubo, subtraindo um cordão de ouro do Coronel. A Polícia agiu rapidamente, numa ação conjunta, conseguindo localizar os infratores”, comentou.

Uma das armas empregadas no homicídio foi apreendida pelos policiais. “Conseguimos apreender uma pistola 765 em poder do bando. Os quatro menores serão indiciados por roubo majorado e serão encaminhados para o Ministério Público”, confirmou o delegado.

Os menores envolvidos foram encontrados em uma residência no Beco do Adriano, Bairro da Pista.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), menores de idade podem ficar internados no máximo por três anos independente do tipo de infração que tenham cometido.

O Coronel aposentado Manoel Pedro Neto era natural de Sena Madureira, mas há algum tempo morava em Campo Grande (Mato Grosso). Seu corpo está sendo velado em Rio Branco.
Para a Polícia, o crime está elucidado.

Comentários