Calor volta a aparecer em todas as regiões acreanas durante a tarde, mas, durante a noite e madrugada, o tempo continua ameno.

Para todas as regiões do Estado, inclusive a capital, Rio Branco, o sol predomina, deixando o tempo aberto, com céu variando de claro a parcialmente nublado e não há previsão de chuva (Foto: arquivo – Cidade de Brasiléia)
Com Assessoria

Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia informa que na tarde desta quarta-feira (23), o tempo quase não muda no Acre. O calor volta a aparecer em todas as regiões acreanas durante a tarde, mas, durante a noite e madrugada, o tempo continua ameno.

Para todas as regiões do Estado, inclusive a capital, Rio Branco, o sol predomina, deixando o tempo aberto, com céu variando de claro a parcialmente nublado e não há previsão de chuva.

Confira as temperaturas em todas as regiões:

Alto Acre

Em Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, as temperaturas oscilam entre a mínima de 18°C e a máxima de 29°C.

Baixo Acre

Mínima de 18°C e máxima de 28°C são as temperaturas registradas em Acrelândia, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Rio Branco.

Vale do Juruá

Já em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves os termômetros ficam entre 20°C e 30°C.

Vale do Purus

Em Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira faz entre 19º C e 29°C.

Vale do Tarauacá/Envira

Por fim, em Feijó, Jordão e Tarauacá a variação de temperatura fica entre a mínima de 20°C e a máxima de 29°C.

A forte onda de frio chegou com força ao sul da Amazônia Ocidental na noite do último sábado (19). A penetração de ar polar despencou a temperatura no sul da Amazônia Ocidental, principalmente no leste e no sul do Acre, informou o pesquisador meteorológico Davi Friale.

No domingo (20/5/2018), em Rio Branco, a temperatura mais alta foi 23,6ºC, por volta do meio-dia. Nesta segunda-feira (21/5/2018), as cidades acreanas de Brasileia e Epitaciolândia começaram o dia com apenas 14,2ºC, sendo a menor temperatura da Amazônia, registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Foi, também, recorde de frio de 2018, até agora, no estado.

A capital, Rio Branco, não ficou para trás: foi a mais fria dentre todas da região Norte do Brasil, com registro de 16,0ºC, por volta das 6h da manhã desta segunda-feira, na estação meteorológica do aeroporto da cidade, estabelecendo, também, recorde do ano, até o momento.

Nas últimas 60 horas, as menores temperaturas registradas no Acre, em Rondônia e no Amazonas, foram:
. 14,2ºC, em Brasileia e Epitaciolândia;
. 14,6ºC, em Assis Brasil (Acre), segundo estação de Inapari, no Peru;
. 15,1ºC, em Vilhena (Rondônia);
. 15,7ºC, em Santa Rosa do Purus (Acre), segundo estação próxima, no Peru;
. 16,0ºC, em Rio Branco (Acre);
. 17,8ºC, em Eirunepé (Amazonas);
. 18,0ºC, em Boca do Acre (Amazonas);
. 18,3ºC, em Feijó (Acre);
. 18,9ºC, em Porto Walter (Acre);
. 19,3ºC, em Cruzeiro do Sul (Acre) e em Cacoal (Rondônia);
. 19,6ºC, em Ariquemes (Rondônia);
. 20,6ºC, em Porto Velho (Rondônia).

Em Mato Grosso, as temperaturas mínimas registradas foram 10,2ºC, em Cáceres, e 11,9ºC, em Cuiabá, além de algumas outras menores em outras cidades.

Comentários