Por Jairo Barbosa

Um protesto liderado por motoristas de aplicativo em Porto Velho pode afetar o abastecimento de combustível no Acre e deixar o estado sem estoque. Os manifestantes bloquearam a estrada do Belmont, única via de acesso dos caminhões tanque que transportam inflamáveis á base de distribuição de combustível.

O protesto, segundo os motoristas é para obrigar o governo de Rondonia a baixar o posto sobre esses produtos, de acordo com o desafio feito pelo presidente Jair Bolsonaro aos governadores.

Da base de distribuição em Porto Velho é de onde vem o combustível que abastece praticamente todas as cidades do Acre, com exceção aquelas isoladas.

Se o manifesto se estender por mais de 3 Dias, o impacto será o desabastecimento de muitos postos na capital e no interior.

VEJA VÍDEO:

Comentários