O recurso de R$ 1,5 milhões foi aprovado para aquisição de maquinários e vai beneficiar mais de 560 famílias direta e indiretamente

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

Segundo a secretária Goreth Bibiano (d) o projeto visa à construção de 140 viveiros (Açudes) no município
Segundo a secretária Goreth Bibiano (d) o projeto visa à construção de 140 viveiros (Açudes) no município

A Prefeitura de Brasiléia por meio da Secretaria Municipal de Planejamento ficou em primeiro lugar no Brasil ao lado do município de Mâncio Lima na pontuação do Projeto de Desenvolvimento da Aquicultura Familiar. O projeto concorreu com vários municípios e outros estados brasileiros e foi aprovado para receber R$ 1,5 milhões para as ações de desenvolvimento da piscicultura na região.

O objetivo do projeto é a aquisição de maquinários destinado a construção e adequação de viveiros de piscicultura, além da prestação de assistência técnica e treinamento dos produtores.

Logo que for empenhado o recurso e adquirido os maquinários, cerca de 140 famílias serão beneficiadas diretamente. Chegando a um total de 560 famílias contempladas direta e indiretamente com os benefícios e ações de desenvolvimento da piscicultura em Brasiléia.

De acordo com a Secretária de Planejamento, Goreth Bibiano o projeto visa à construção de 140 viveiros (Açudes) no município.

A previsão de produção depois de executado o projeto em sua totalidade é de 30 toneladas mensal.

Para a secretária de planejamento os projetos estão sendo desenvolvido pela gestão do prefeito Everaldo Gomes. “Temos que correr em busca de recursos para viabilizar as condições necessárias para o desenvolvimento de nosso município, seja na área urbana ou rural”, destacou Goreth.

O prefeito Everaldo Gomes parabenizou sua equipe de planejamento e disse que em todas as áreas de sua gestão existe um esforço para garantir as ações que beneficie cada dia mais o município. “Agradeço pelo apoio que estou tendo dos secretários. Nosso objetivo é ampliar a aquisição de recursos em diversas áreas e quando se trata de beneficiar a zona rural sinto-me feliz, já que é uma região muitas vezes esquecida pelo Poder Público. Mas nossa administração procura atender principalmente os que mais precisam”, disse Everaldo.

Comentários