Por cerca de uma hora, os professores da rede estadual dos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia, realizaram um protesto na ponte que liga as duas cidades. O motivo seria a votação da PEC da reforma da Previdência por parte do governo do Acre, onde alegam que estarão perdendo direito já conquistados.

Toda a rede estadual parou nas cidades da fronteira e se acredita que quase 100% no estado aderiu ao protesto. O bloqueio da ponte ocorreu por cerca de uma hora e foi liberada depois. Agentes de trânsito e homens da Polícia Militar chegaram no local para acompanhar o movimento de perto sem intervir.

Após liberarem a ponte, realizaram uma carreata pelas ruas das cidades e estão esperando a deliberação após a votação que acontece na Assembleia Legislativa na Capital do Acre.

Veja vídeo:

Comentários