Conecte-se conosco





Brasil

Professor do Incor entra na lista de cotados para Ministério da Saúde

Publicado

em

Ramires tem sido defendido por integrantes da ala ideológica do governo e por aliados de Bolsonaro em São Paulo. Eles argumentam que o médico é mais alinhado ao presidente que a doutora Ludhmila Hajjar.

Por Igor Gadelha, CNN

O cardiologista José Antonio Franchini Ramires entrou na lista dos nomes cotados para assumir o Ministério da Saúde no lugar do general Eduardo Pazuello, apurou a CNN com fontes do Palácio do Planalto.

Mestre e doutor em Cardiologia, Ramires já foi diretor e é, atualmente professor titular do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, a Universidade de São Paulo.

À reportagem o médico confirmou na noite de domingo (14) que foi procurado nas últimas horas pela “assessoria do presidente” Jair Bolsonaro para “enviar curriculum”. Procurado oficialmente, o Planalto não respondeu.

O nome de Ramires tem sido defendido por integrantes da ala ideológica do governo e por aliados de Bolsonaro em São Paulo. Eles argumentam que o médico é mais alinhado ao presidente que a doutora Ludhmila Hajjar.

Comentários

Em alta