fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Prefeitura de Rio Branco esclarece sobre derrubada de palmeiras-imperiais na Via Chico Mendes

Publicado

em

Muitas delas já estavam condenadas e correndo o risco de tombarem (Foto: Assecom)

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), esclareceu nesta quarta-feira (12) que o motivo pelo qual levou à derrubada de algumas palmeiras-imperiais na Via Chico Mendes se deu pela atual condição em que as árvores se encontravam. Muitas delas já estavam condenadas e correndo o risco de tombarem.

Segundo o secretário da Semeia, Carlos Nasserala, desde o ano passado o corpo técnico de engenheiros da Secretaria tem feito um relatório de acompanhamento das mais de 100 palmeiras da avenida. Nelas foram identificadas sérias avarias em sua estrutura que comprometeram sua permanência na via.

Nasserala: “Palmeiras comprometidas serão substituídas” (Foto: Renilson Rodrigues)

O gestor esclareceu que, além da presença dos cupins em algumas, também foi identificada a praga chamada broca-do-olho-das-palmeiras que compromete diretamente o desenvolvimento e o aspecto da árvore.

“A supressão dessas palmeiras está sendo substituída por outras no local. Quem passa pela Via Chico Mendes consegue observar que tem várias palmeiras plantadas, inclusive estão sendo plantadas mais palmeiras do que já tinha anteriormente”.

O secretário ainda destacou que todas as palmeiras que estão sendo retiradas, posteriormente serão substituídas por outras tendo em vista que deixar a cidade mais arborizada é um compromisso da gestão.

De acordo com Kemmil Lima, um dos engenheiros que fazem parte do corpo técnico da Semeia, a decisão de substituir as palmeiras se deu com base no resultado dos relatórios em que se destacou a necessidade de ser realizada uma intervenção preventiva para evitar possíveis acidentes.

“Ela pode estar tombando em cima de um veículo ou em cima de uma pessoa que passa. Então, preventivamente, a Semeia faz essas vistorias e se posiciona com base no que se encontra pela supressão dessa árvore, mas sempre pedindo pela substituição por uma espécie adequada, já que pela cidade temos inúmeras árvores plantadas sem critérios técnicos.”

Comentários

Geral

Fornecedor de armas de fogo para facção criminosa é preso pela Polícia Civil do Acre

Publicado

em

A Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio da Delegacia Geral de Rodrigues Alves, conduziu na manhã da última terça-feira, 20, uma operação que resultou no cumprimento de três mandados de busca e apreensão relacionados a crimes de tráfico de drogas e comercialização ilegal de armas de fogo.

Durante a operação, foi efetuada a prisão de um indivíduo conhecido no mundo do crime como “Buda”, suspeito de fornecer armas para a facção criminosa atuante na região. Além disso, objetos suspeitos de serem provenientes de crimes foram apreendidos e serão analisados pela Polícia Civil.

O Delegado responsável pela delegacia de Rodrigues Alves, Dr. Marcilio Laurentino destacou que as investigações continuam e novas prisões e buscas podem ocorrer na cidade. “Nossa equipe permanecerá trabalhando de forma incisiva para combater o tráfico de drogas e a criminalidade na comunidade, garantimos que prisões como essa serão recorrentes, visando assegurar a ordem e a paz na região,” enfatizou Laurentino.

A ação reforça o comprometimento da Polícia Civil do Acre em enfrentar ao crime organizado, contribuindo para a segurança da comunidade e para a desarticulação de grupos criminosos que atuam na região.

Comentários

Continue lendo

Geral

Bocalom irá a ato bolsonarista em SP e ressalta que comprou passagem com o próprio dinheiro

Publicado

em

Por

Manifestação está marcada para este domingo, 25, na Avenida Paulista.

Por Leandro Chaves

O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom (PP) confirmou, por meio de sua assessoria, que estará na manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para este domingo, 25, em São Paulo.

Alegando defender valores cristãos, o pré-candidato à reeleição fez questão de ressaltar que comprou as passagens com seu próprio dinheiro. “Não dá mais pra continuar com essa turma que o tempo todo quer pisotear os princípios cristãos”, disse, referindo-se à esquerda.

Diferente de Bocalom, o governador do Acre, Gladson Cameli, do mesmo partido, não deverá comparecer ao evento. Ele, que também já se declarou bolsonarista, tem uma viagem oficial para o exterior no início de março que irá preencher sua agenda para o período.

Bolsonaro convocou apoiadores de todo o Brasil para o ato na Avenida Paulista em protesto contra o avanço das investigações e dos inquéritos que apuram sua responsabilidade, além de outros investigados, pelo atos antidemocráticos e golpistas ocorridos em 8 de janeiro de 2023.

Na ocasião, bolsonaristas de várias partes do Brasil invadiram os prédios dos três poderes e os depredaram. A intenção, segundo as investigações, era criar um ambiente de instabilidade para que as Forças Armadas agissem.

O caso aconteceu uma semana após o presidente Lula (PT) tomar posse, depois de sua vitória nas urnas em eleições comprovadamente limpas, segundo observadores internacionais e locais, entre elas as próprias Forças Armadas.

Comentários

Continue lendo

Geral

Polícia Civil do Acre efetua prisão de agressor por descumprimento de medidas protetivas

Publicado

em

Na última segunda-feira, 19, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio da equipe plantonista da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), realizou a prisão de E. W. S. I, de 24 anos, em cumprimento a um mandado expedido pela Vara de Plantão. O indivíduo foi detido devido ao reiterado descumprimento das medidas protetivas de urgência contra sua própria avó, evidenciando total desrespeito às determinações judiciais e ao compromisso no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher.

O cumprimento de mandados de prisão de agressores pelos policiais da DEAM e a lavratura de autos de prisão em flagrante pelos Delegados Plantonistas, realizados diariamente pela Especializada que opera 24 horas, corroboram o compromisso da Polícia Civil na luta contra a violência doméstica.

“O descumprimento das medidas protetivas é inaceitável, e a prisão do acusado demonstra que não será tolerado tal comportamento. Estamos comprometidos em garantir a segurança e o bem-estar das vítimas”, informou a delegada plantonista da DEAM e responsável pelo caso, Dra. Mariana Gomes.

A ação da Polícia Civil do Acre reforça a importância de uma abordagem rigorosa na repressão à violência doméstica e familiar contra a mulher, destacando a necessidade de conscientização e educação sobre a gravidade desse tipo de crime. O Poder Judiciário e as autoridades competentes estão unidos na missão de proteger as vítimas e responsabilizar aqueles que desrespeitam as medidas protetivas.

Comentários

Continue lendo






Em alta