“Rebaixamento do Atlético Brasiliense foi acaso e falta de atletas para suprir as necessidades da competição”, diz vereador Bil Rocha.

DSC_3265

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

A Prefeitura de Brasiliéia garantiu toda a estrutura necessária para que a equipe do Atlético Brasilense participasse das competições a nível Estadual. Toda a logística de transporte, materiais e a assistência foram fornecidos pelo município, por meio da Gerencia Municipal de Esportes.

O rebaixamento da equipe de Brasiléia para a segunda divisão do Campeonato Estadual de Futsal não é de responsabilidade da Prefeitura, tendo em vista que toda a estrutura solicitada foi disponibilizada pelo município.

De acordo com o Gerente de Esportes, Aparecido Carlos o acompanhamento dos jogos pela Gerencia de Esportes do Município foi constante e toda a estrutura foi garantida para que a equipe participasse da competição.

“Garantimos toda a estrutura e logística de transporte para a participação dos atletas na competição estadual. O prefeito Everaldo Gomes pediu atenção especial para com a equipe e foi o que fizemos. Se o Atlético Brasiliense acabou sendo rebaixado, a Prefeitura não tem culpa alguma. O jogo é disputado dentro da quadra e vence a equipe que tiver melhor. No que for de competência do município, fizemos nossa parte e não podemos ser penalizados por ninguém, já que cumprimos rigorosamente com tudo que nos feito solicitado”, explicou Aparecido.

Segundo o vereador Bil Rocha que era um dos dirigentes e atletas da equipe, a culpa não foi do Prefeito, muito menos da Prefeitura e da Gerencia de Esportes. O parlamentar que fazia parte da equipe disse que houve vários fatores que contribuíram para o time acabar sendo rebaixada.

“Para que tenhamos uma ideia, nunca tinha acontecido de Brasiléia apresentar duas equipes no campeonato de futsal, o que acabou dividindo a escolha dos atletas na região. O Atlético Brasiliense é tradicional na disputa do campeonato e não podíamos deixar de participar da competição, mesmo sabendo das dificuldades que tínhamos com relação a atletas. As equipes de Rio Branco e de outros municípios tiveram até jogadores de fora do Estado. Nós sempre contamos com nossos atletas locais, mas com duas equipes da região participando da competição, uma na primeira divisão e outra na segunda, não teve como montar um bom elenco que disputasse o titulo e acabamos brigando para não cair o que não conseguimos”, argumento Bil.

Bil informou ainda que até mesmo para a realização dos treinos teve que ser pago as horas no ginásio Eduardo Lopes Pessoal, mostrando as dificuldades encontradas para que a equipe participasse da competição.

“Só quero dizer que fui bi-campeão de futsal pelo Atlético Brasiliense e tivemos várias conquistas durante todo esse tempo. Existem altos e baixos em qualquer equipe de futebol. Temos presenciado várias equipes de renome nacional sendo rebaixadas para categorias inferiores da elite do futebol. O Atlético Brasiliense passou por isso, infelizmente caiamos para a segunda divisão e vamos lutar para volta com cabeça erguida para disputarmos titulo da primeira divisão normalmente como era antes. Momentos baixos das equipes também passam e vamos superar isso. Em nome de todos os jogadores só tenho que pedir desculpas aos nossos torcedores” disse o vereador.

A equipe do Ressaca que também participou do campeonato só que na 2º divisão de futsal também teve todo o apoio solicitado pela Prefeitura de Brasiléia.

O gerente de esportes destacou que toda a estrutura solicitada foi garantida pela Prefeitura e toda a atenção foi feita a pedido do Prefeito Everaldo Gomes.

“Vale lembrar que o incentivo ao esporte é grande em Brasiléia, tendo em vista que a atual gestão do município realizou o campeonato municipal com a participação de 54 equipes em diversas categorias com uma premiação inédita no valor de mais de R$ 10 mil”, lembrou Aparecido.

Aparecido ressaltou ainda que as ações do esporte foram levadas pelo município até mesmo à zona rural com a realização de torneios e competições. E destacou o campeonato de futebol de campo que termina nesse sábado, 16, com as finais, com premiação nunca antes realizada pelas antigas gestões.

 

Comentários