Conecte-se conosco





Acre

Prefeitura de Brasiléia abre licitação para início de trabalhos em Avenida

Publicado

em

Trabalhos não tem a participação do governo do Acre conforme foi noticiado pelo Dnit

Alexandre Lima, com A Tribuna

A prefeitura de lançou edital para chamada “Fase III” do serviço, enquanto busca recursos e autorização para a “Fase II”. O prefeito procurou o DNIT para que todas as ações fossem feitas junto à prefeitura.

A expectativa é que a licitação seja concluída nos primeiros dias deste mês de abril e o Prefeito acredita que até o dia 12, o contrato com a empresa vencedora possa estar assinado e as máquinas possam entrar no trecho.

Como parte da guerra política, o prefeito Everaldo Gomes diz que não existe nenhum convênio ou acordo do governo do Estado com o DNIT, que seria o responsável único pela atual etapa de recapeamento da Avenida Rui Lino, que desemboca na Marinho Monte.

 Everaldo Gomes, prefeito de Brasiléia, abriu licitação para contratação de nova empresa e dar início aos trabalhos - Foto/Arquivo

Everaldo Gomes, prefeito de Brasiléia, abriu licitação para contratação de nova empresa e dar início aos trabalhos – Foto/Arquivo

A prefeitura, que garante ter os recursos necessários para tocar a empreitada, também não deve formalizar parcerias oficiais com o DNIT, falta apenas consolidar responsabilidades sobre que parte das ações fica com cada instância.

Para fazer nova licitação, foi feito o distrato com a empresa que tinha o contrato anterior e que chegou a fazer o trabalho de drenagem do trecho. Por isso, diz o prefeito, a razão do atraso. Mas garante que até agosto, aproveitando o verão, as obras estarão concluídas sob sua responsabilidade. Para ele, essa será uma conquista do Município e de sua administração.

Para Everaldo Gomes, nada impede que o DNIT faça o trabalho de recapeamento enquanto a Prefeitura cuida da duplicação da Avenida, que serão trabalhos complementares. O importante, diz ele, é que a Avenida Marinho Monte esteja entregue pronta até agosto à população.

Comentários

Em alta