Humberto busca os recursos disponíveis da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Da Redação da Agência ContilNet

Humberto Filho esteve na quinta-feira em reunião com o presidente AMM, Raimundo Wanderlan Sampaio
Humberto Filho esteve na quinta-feira em reunião com o presidente AMM, Raimundo Wanderlan Sampaio

Na busca incansável por recursos financeiros que possam ajudar a Prefeitura de Assis Brasil, o prefeito Humberto Filho (PSDB) participou nesta quinta-feira (14) de uma reunião em Manaus que poderá trazer resultados benéficos não apenas para a cidade dele, mas também para outros municípios acreanos.

Humberto busca os recursos disponíveis da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), que poderão ajudar os municípios acreanos.

O prefeito de Assis Brasil, que responde como presidente em exercício da Associação dos Municípios do Acre (Amac), solicitou via ofício a liberação de um montante de R$ 400 milhões, a fim de serem acessados pelas prefeituras que estejam adimplentes.

Humberto Filho esteve na quinta-feira em reunião com o presidente da Associação Amazonense dos Municípios (AMM), Raimundo Wanderlan Sampaio, para falar a respeito da possibilidade do ‘descontingenciamento’ de recursos da Suframa. O termo se refere a um fundo de reservas emergenciais destinadas para os municípios de alguns estados da Amazônia, entre os quais o Acre está incluído.

“Falamos para eles da real situação dos municípios do Acre, mostramos nossos estudos e eles ficaram sensibilizados”, diz.

O esforço de Humberto se estendeu também a buscar ajuda entre as bancadas do Amazonas e Acre para somar forças para conseguir a liberação dos recursos contingenciados da Suframa, que podem chegar à ordem de R$ 4 bilhões.

“A crise financeira e os constantes cortes nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) nos faz buscar alternativas, e os recursos da Suframa é algo que queremos lutar e sabemos que vários outros municípios do Acre também poderão ser beneficiados”, diz.

As bancadas do Acre e Amazonas já foram oficializadas para ajudar as prefeituras a conseguir a liberação dos referidos recursos, assim também como o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

Comentários