Feijó registrou, na última sexta-feira o primeiro caso confirmado de coronavírus. A informação foi dada por meio de nota pela prefeitura da cidade.

Com Assessorias

Trata-se de uma mulher que esteve em Rio Branco nos últimos dias.

Após oito dias, ela começou a apresentar os sintomas da doença: dor de cabeça, tosse seca, febre, olfato e paladar comprometidos, falta de ar, dor no peito e diarreia. Após realizar o teste rápido houve a confirmação para covid-19.

Feijó é o primeiro município da regional Tarauacá-Envira a apresentar o primeiro caso positivo da doença.

Cidade de Tarauacá – Foto: internet

Já a prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino do (PSD), anunciou na manhã deste sábado, 2 de maio, o primeiro caso de Covid-19 no município.

Trata-se de um senhor que não saiu da cidade e quando apresentou todos os sintomas da doença procurou atendimento de saúde. Após realizar o teste rápido deu positivo.

Marilete lamenta a derrubada do decreto que impedia a entrada de pessoas na cidade, mas admite que mais cedo ou mais tarde isso aconteceria.

Ainda de acordo com Marilete, a prefeitura contratou costureiras para confecção de máscaras que serão distribuidas, e seguranças para organizar as filas nos bandos. O paciente será encaminhado para Cruzeiro do Sul.

O caso ainda não foi oficializado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

“Infelizmente, acabamos de ser informados de que apareceu o primeiro caso positivo de Covid-19 em Tarauacá. O que mais está nos preocupando é que ele não saiu da cidade e começou a ter os sintomas. Hoje [sábado, 2] fez o teste e, infelizmente, deu positivo”, disse a prefeita.

Por fazer parte do grupo de risco, a prefeita informou que o homem deve ser encaminhado para o Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, onde estão sendo atendidos os casos de Covid-19 na região.

A decisão foi tomada após a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC) entrar com uma ação alegando que alguns profissionais teriam sidos barrados na entrada da cidade.

“Lembrar que desde o início desse vírus temos tentado, de todas as formas, fazer com que não chegasse aqui. Mesmo sabendo que, por mais esforço que se fizéssemos, seria inevitável. Nosso decreto para que não entrasse e nem saísse ninguém da cidade houve uma liminar que uma juíza deferiu para que a gente abrisse a cidade. Diante disso, tomamos outras providências, como foi o decreto para uso de máscaras”, declarou.

No vídeo, Marilete afirmou ainda que a prefeitura contratou costureiras para a produção de máscaras que devem começar a ser distribuídas na cidade na próxima semana. Ela também anunciou a contratação de pessoas para trabalhar na organização de filas, evitando as aglomerações.

Por fim, a prefeita fez um apelo para que as pessoas fiquem em casa e obedeçam às medidas de isolamento social para evitar o avanço da doença na cidade.

“Fiquem atentos, não vamos brincar, vamos ficar em casa. Repito, a pessoa [que testou positivo para Covid-19] não viajou, não saiu de Tarauacá, então, o vírus pode estar espalhado na nossa cidade. Boa sorte a todos nós e nos ajudem. É uma guerra complicada e a gente tem que estar muito unido”, concluiu.

Primeiro registro em outras cidades

O município de Assis Brasil, na região do Alto Acre, também registrou o primeiro caso de Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde no último boletim divulgado nessa sexta (1).

Em Feijó, cidade vizinha a Tarauacá, o primeiro caso da doença também foi confirmado na sexta pelo prefeito da cidade por meio de nota. O caso ainda não consta no boletim da Sesacre.

Se trata de uma moradora da cidade que esteve na capital Rio Branco nos últimos dias. A prefeitura informou que a moradora, oito dias após retornar para Feijó, começou a apresentar sintomas e procurou uma unidade de saúde. A doença também foi confirmada por meio de teste rápido.

Comentários