O governador Sebastião Viana revoltou muita gente ao anunciar, nesta semana, em sua página no Facebook, o ato “Lula Livre”, em frente ao Palácio Rio Branco, nesta sexta-feira, 18. O internauta Fábio Andrade, policial militar do Acre, engrossa a fileira dos revoltados com a campanha de Viana pró-Lula.

Com argumentos bastante convincentes, Fabio acha um absurdo o chefe do Poder Executivo defender um condenado pela Justiça enquanto o Estado enfrenta enorme crise na Segurança e em outros setores.

Em sua página no Facebook, o PM postou: “Enquanto nosso ESTADO está entregue à Selvageria. Onde criança de 11 anos é morta de forma vil. Onde o CIDADÃO não possui mais a garantia de Seus Direitos Fundamentais. O governador acha mais útil organizar uma solenidade em frente ao Palácio Rio Branco em prol do “Lula Livre”. É chagada a Hora do Povo quebrar as Correntes da passividade. Não podemos aceitar que nossa Sociedade veja esse DESCASO como algo normal. Esse EXCESSO de Descuido com a COISA PÚBLICA não é a regra. Mas é fruto de um PROJETO DE GOVERNO FALACIOSO, que não respeita a dignidade de seus Cidadãos. O Estado vive sem Gestão. O povo é visto apenas como um “voto em potencial”.

Comentários