Conecte-se conosco





Geral

Policiais penais são presos em operação conjunta entre Policia Penal e Polícia Civil

Publicado

em

Ascom/Iapen e Polícia Civil

Uma operação conjunta entre Policia Penal e a Polícia Civil do Acre resultou na prisão de dois policiais penais. Eles já vinham sendo investigados pelas instituições e, na manhã desta sexta-feira, 11, foram presos em flagrante, sendo que um portava 600 grama de uma substância aparentando ser maconha e o outro portava um cartão de memória e cartas que seriam entregues aos detentos.

Os policiais alvos da investigação foram abordados pela Polícia Civil na entrada do Complexo Penitenciário de Rio Branco, onde foram flagrateados e receberam voz de prisão.

Após a prisão, os policiais civis, dando continuidade à investigação, se dirigiram à residência de um dos investigados. No local, foram apreendidos R$ 15 mil e uma pistola calibre 380, além de três celulares e um veículo modelo Polo.

O presidente do Iapen, Arlenilson Cunha, informou que tanto a Polícia Penal quanto a Polícia Civil já vinham realizando investigações e colhendo as devidas informações sobre os suspeitos

“Essa não é uma notícia muito agradável, mas vale destacar que os bons policiais, aqueles que zelam pela ordem pública e pela segurança estão com o sentimento de dever cumprido por retirar esses dois indivíduos do meio”, frisou o presidente do Iapen.

De acordo com o delegado Pedro Vinicius, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, o trabalho integrado entre Iapen e Polícia Civil possibilitou a prisão dos envolvidos e apreensão dos materiais. “A investigação específica desse caso vai continuar no sentido de identificar pessoas envolvidas na mesma prática. Todo o material apreendido nesta ação, como dinheiro, celulares, entorpecente e arma será submetido à perícia para colher elementos comprobatórios que subsidiarão o inquérito policial investigativo”, finalizou o delegado.

Policiais penais foram flagrados levando drogas dentro de sapato para presídio de Rio Branco — Foto: Arquivo/PC-AC

Após a prisão, os policiais civis, foram até a casa de um dos investigados e, no local, foram apreendidos R$ 15 mil em espécie e uma pistola calibre 380, além de três celulares e um carro.

“As investigações vão continuar, foram encontrados valores em busca e apreensão residencial, cerca de R$15 mil, teve veículo apreendido que era utilizado para cometimento do fato. Essas investigações vão se aprofundar para que a gente possa identificar se tem mais servidores envolvidos e eventuais presos ou familiares e amigos de presos que possam ter envolvimento”, disse o delegado Karlesso Nespoli, coordenador delegado da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc).

Policiais penais são flagrados ao tentar levar drogas, cartas e chips de celulares para dentro de presídio no AC — Foto: Arquivo/PC-AC

Comentários

Em alta