Tereza da Silva e o namorado Cosmo Ribeiro foram mortos, nesta quinta-feira (16), durante uma tentativa de assalto, no Belo Jardim. Familiares ainda não foram ouvidos.

Casal foi morto durante tentativa de assalto em bairro de Rio Branco — Foto: Arquivo pessoal
Por Iryá Rodrigues, G1 AC

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa já ouviu quatro pessoas no caso da morte do casal de namorados Tereza da Silva Santos, de 64 anos, e Cosmo Ribeiro Moura, de 43. Os dois foram assassinados, na quinta-feira (16), a golpes de facão e tiro, no bairro Belo Jardim, em Rio Branco.

O delegado responsável pelo caso, Martin Hessel, afirmou que não pode dar detalhes sobre o caso para não atrapalhar nas investigações. Segundo ele, familiares das vítimas ainda devem ser ouvidos.

“Na verdade, a gente já tem bastante coisa, mas vou manter o sigilo das informações para não atrapalhar. Aquela região ali onde aconteceu o crime é muito complicada e qualquer coisa que eu fale, posso até colocar em risco. Ainda não ouvi ninguém da família, em razão do velório, da comoção, então estou aguardando um pouco”, disse o delegado.

Tereza era sogra da secretária da Fazenda, Semírames Plácido Dias. Em nota, o governo afirmou, ainda na quinta (16), que a Polícia Civil e todos os órgãos de Segurança estão empenhados para elucidar o crime e prender os responsáveis.

O casal foi assassinado na madrugada após ter a casa invadida. O duplo homicídio foi descoberto no início da manhã, quando o vizinho viu o carro em cima da calçada, foi olhar, encontrou as vítimas e acionou a polícia.

A polícia acredita que o casal estava dormindo e não se sabe ainda quantas pessoas teriam entrado na casa.

Comentários