Um vereador foi alvo de mandado de afastamento cautelar das funções públicas.

Gabinete do presidente da Câmara de Vereadores de Urupá (RO) foi alvo de mandado de busca e apreensão — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Por G1 RO

A Polícia Civil e o Ministério Público do Estado de Rondônia (MP-RO) cumprem, na manhã desta sexta-feira (25), mandado de busca e apreensão no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores de Urupá (RO), Luziano Firmini Tressman.

A câmara confirmou à Rede Amazônica que o presidente também foi alvo de um mandado de afastamento cautelar das funções públicas de vereador.

Os mandados acontecem no âmbito da Operação Behoullut. E são cumpridos na casa de Luziano e em um setor administrativo responsável pelo controle de diárias e de veículos oficiais da Câmara de Vereadores.

O nome da operação faz referência à língua hebraica, e indica a forma com que o filho pródigo vivia com gastos desregrados.

A reportagem entrou em contato com o presidente da câmara, Luziano Firmini Tressman, e até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta.

Os mandados foram expedidos pela Justiça da comarca de Alvorada D’Oeste (RO).

Mandado foi cumprido na residência de um vereador de Urupá (RO) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Comentários