Conecte-se conosco

Acre

Polícia Civil de Xapuri prende acusado de tráfico após 4 meses foragido

Publicado

em

Momento em que o APC Eurico conduzia 'Zezinho' para a o município de Xapuri

Momento em que o APC Eurico conduzia ‘Zezinho’ para a o município de Xapuri

Alexandre Lima

O trabalho dos investigadores da polícia civil lotados na delegacia do município de Xapuri, após formar uma esquipe comandada pelo policial Eurico Marques Feitosa e autorizada com um mandado de prisão emitida pela Comarca, realizaram buscas na cidade vizinha de Epitaciolândia, onde contaram com o apoio de agentes da cidade.

O mandado tinha como finalidade, prender José Alves Parente, 46 anos, vulgo “Zezinho” ou “Seu Zé”, natural do mato Grosso e que residia no Acre há mais de 15 anos, em Epitaciolândia. Sua prisão ocorreu por volta das 15h30.

Contra José, pesa acusação de envolvimento com o tráfico de drogas na região de fronteira. O mesmo achava que jamais seria detido após conseguir escapar de um cerco policial ocorrido no dia 9 de julho passado, onde pulou de um carro em movimento e se escondeu no mato.

Zezinho achava que não seria detido após conseguir escapar de cerco policial no mês de julho passado

Zezinho achava que não seria detido após conseguir escapar de cerco policial no mês de julho passado

Dois foram capturados, Waltemberg Gomes dos Santos (23), natural do Estado do Piauí e o acreano Vagno Nascimento da Silva (28), que estão no presídio estadual a disposição da Justiça e as investigações para a captura do foragido continuou até esta terça-feira, dia 19.

Segundo foi levantado, José não acreditava que seria detido depois de tanto tempo e demonstrou frieza quando foi abordado pelos policiais e lhe apresentou o mandado de prisão e foi algemado.

As investigações levaram os agentes ao acusado, após concluírem que o mesmo era tido como atravessador e profundo conhecedor da rota do tráfico na fronteira. Quando conseguiu escapar do cerco no mês de julho, foram apreendidos pouco mais de três quilos de cloridrato de cocaína.

Com a prisão de José, se encerra o caso iniciado em Julho passado. O trio irá esperar o pronunciamento da Justiça para o julgamento.

Matéria relacionada:

Após perseguição na BR 317, Polícia Civil prende dois por tráfico em Xapuri

Comentários


Acre

Boletim da Sesacre registra 39 novos casos de Covid-19

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), informa que foram registrados 39 novos casos de coronavírus neste domingo, 4 de dezembro. O número de infectados notificados é de 154.710 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 361.546 notificações de contaminação pela doença, sendo que 206.826 casos foram descartados e 10 exames de RT-PCR aguardam análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 150.393 pessoas já receberam alta médica da doença.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS) e estão sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhum óbito foi notificado neste domingo, 4, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 permaneça em 2.032 em todo o estado.

Sobre os casos de covid-19 no estado, acesse:

BOLETIM_AC_COVID_04_12__2022

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:
http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos

Comentários


Continue lendo

Acre

Mãe e filho se formam juntos em Enfermagem no Acre: “Realização de um sonho”

Publicado

em

O recém-enfermeiro explica como foram os 4 anos de faculdade que tornaram a mãe, uma colega de profissão
POR MATHEUS MELLO

Uma das grandes conquistas de uma pessoa na vida é sem sombras de dúvidas o diploma em uma gradução. Mateus Lima e sua mãe, Mauriete Lima realizaram esse sonho juntos e colaram grau na faculdade de Enfermagem, na última quinta-feira (30), em Rio Branco.

Ao ContilNet, o recém-enfermeiro explica como foram os 4 anos de faculdade que tornaram a mãe, uma colega de profissão.

“Fiz medicina durante quatro anos na Bolívia, de 2012 a 2016, mas infelizmente não tive condições de continuar, devido ao dólar que aumentou bastante, e aí voltei para o Brasil. E minha mãe teve a ideia de fazer enfermagem. Entramos na faculdade e passamos por todas as etapas juntos, estágio juntos, TCC e formamos juntos”, disse.

Mauriete é técnica de enfermagem e trabalha na saúde do Acre há 28 anos. O filho explica que sempre viu na mãe uma inspiração na vida pessoal e profissional.

“Por ela ser da área da saúde eu sempre via ela como minha inspiração, eu decidi trabalhar como ela, trabalhar bastante com algo que ama. É a realização de um sonho, poder trabalhar um dia junto com ela no mesmo lugar”, declara.

Os dois fazem parte da primeira turma do curso de Enfermagem, da UNIP, e iniciaram o curso em 2018.

Comentários


Continue lendo

Acre

Indígena é atingido por disparos de arma de fogo e vai a óbito em Sena Madureira

Publicado

em

Um novo confronto entre pessoas ligadas à facções rivais, registrado na manhã deste domingo (4), deixou mais um saldo negativo em Sena Madureira.

Informações preliminares apontam que um indígena identificado pelo nome de Fábio Alfredo Jaminawa, foi atingido por pelo menos três disparos de arma de fogo, sendo que um dos projéteis acertou a perna, e outros dois atingiram o quadril da vítima.

No momento do episódio, Fábio trafegava de bicicleta pela rua Maranhão, quando foi surpreendido por dois criminosos que estavam em uma motocicleta.

Após os disparos, os autores tomaram rumo ignorado, e a vítima, foi levada para o Pronto Socorro do Hospital João Câncio Fernandes, para receber atendimento médico, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e foi a óbito.

Tão logo tomou conhecimento do ocorrido, a PM foi ao local e constatou que uma pessoa teria ficado gravimente ferida, e em seguida, iniciou os trabalhos com o intuito de prender os responsáveis pelo cometimento do crime.

Por Josué da Silva.

Comentários


Continue lendo

Em alta