Pelo menos 17 pessoas morreram e cerca de 30 ficaram feridas nesta quinta-feira em um novo grave acidente de trânsito ocorrido na Bolívia em menos de uma semana, confirmou nesta quinta-feira a polícia.

O acidente aconteceu próximo à cidade de Taperas, quando dois ônibus do serviço público se chocaram frontalmente, disse ao site do jornal “El Deber” o comandante da polícia da província de Chiquitos, coronel René Calla.

“Até o momento, contabilizamos 17 mortes. Os cerca de 30 feridos foram levados ao hospital San José”, declarou Calla.

Um relatório policial citado pelo site do jornal tinha informado, inicialmente, sobre 20 mortos no quarto grave acidente nas estradas bolivianas em menos de uma semana.

Os feridos foram levados a um hospital da cidade vizinha de San José de Chiquitos, enquanto a polícia continua trabalhando no resgate dos corpos.

O primeiro dos graves acidentes registrados nos últimos dias nas estradas do país foi registrado na sexta-feira também em Santa Cruz, com um saldo de oito mortos e 43 feridos.

No segundo acidente, que aconteceu na segunda-feira na chamada “estrada da morte”, na zona dos Yungas, 18 pessoas morreram, 11 continuam desaparecidas e 25 foram resgatadas com ferimentos depois que o ônibus na qual viajavam caiu em um precipício de 400 metros.

O resgate dos corpos foi dificultado porque o ônibus caiu em um rio cuja corrente arrastou vários cadáveres, segundo testemunhas.

O terceiro acidente ocorreu ontem na região andina de Oruro, no oeste boliviano, deixando 20 mortos e 32 feridos.

Os quatro acidentes somam até o momento 63 mortos, 11 desaparecidos e 100 feridos.

Os acidentes nas precárias estradas da Bolívia, um dos países mais pobres da América, causam anualmente cerca de mil mortes e deixam em torno de 40 mil feridos.

A quantidade de acidentes se intensifica especialmente durante a temporada de chuvas, que na Bolívia se estende de outubro a março, pelas numerosas precipitações que pioram o estado das vias.

Lista dos falecidos:

1._ Víctor Hugo Ramírez de 28 años
2._ Mira Rocío de 75 años
3._ Andrés Vela
4._ Sonia Flores de 30 años
5._ Mario Avala Medrano
6._ Wilfredo Sánchez Cabana
7._ Juan Carlos Sempertegui Gómez de 71 años
8._ Sacarías Ojeda Romero 38 años conductor
9._ Araceli García Flores de 7 años
10._Femenina NN
11._ Varón NN
12._ Varón NN

Lista dos feridos:

13._ Juan Carlos Ojeda de 14 años
14._ Elmer Ojeda de 11 años

Fonte: El Deber


Outro acidente

Outras 20 pessoas morreram e 30 ficaram feridas nesta quarta-feira devido a queda de um ônibus em um precipício na região andina da Bolívia, informou a polícia local.

O ônibus, pertencente à empresa Trans Sucre, caiu perto da cidade de Challapata, no estado de Oruro, informou à emissora de rádio “Erbol” o chefe da polícia dessa cidade, major Rufo Muñoz.

Este foi o segundo grave acidente ocorrido nesta semana na Bolívia envolvendo um ônibus. Na segunda-feira, outro veículo caiu em um precipício na “estrada da morte” entre Los Yungas e La Paz. O acidente teve saldo de 18 mortos e 25 feridos.

O ônibus da Trans Sucre iniciou ontem, com 55 passageiros a bordo, uma viagem rumo à cidade de Potosí, segundo Muñoz.

A polícia levou 30 feridos a um hospital de Oruro, e cerca de 20 corpos continuam dentro do veículo acidentado, enquanto não chega um guindaste para ajudar nos trabalhos de resgate, declarou o chefe policial.

Os relatórios preliminares da investigação, de acordo com Muñoz, indicam que o motorista estava alcoolizado e não girou o volante em uma curva, fazendo o ônibus despencar.

Fonte: Terra


Em espanhol:

Al menos 12 muertos en grave accidente de tránsito en Potosí

Comentários