Conecte-se conosco





Geral

Para evitar aglomerações, revisão cadastral do Bolsa Família segue suspensa no Acre até setembro

Suspensão atende portaria do Ministério da Cidadania para não expor beneficiários ao risco de se infectarem com o novo coronavírus nos postos de cadastro.

Publicado

em

Bolsa Família – Foto: LIDIANNE ANDRADE/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A revisão cadastral dos beneficiários do Bolsa Família segue suspensa no Acre até 31 de setembro. A Secretaria de Estado de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas Públicas para as Mulheres do Acre (SEASDHM) informou as orientações do Ministério da Cidadania para evitar aglomerações durante a pandemia.

Essa revisão faz parte do Cadastro Único. Além disso, o Ministério da Cidadania determinou que os beneficiários não podem ter o benefício bloqueado nesse período.

A primeira suspensão dos processos de operalização do Bolsa Família e do Cadastro Único ocorreu em março de 2020, início da pandemia. Com o prolongamento da pandemia, o Ministério da Cidadania publicou outra portaria, em 31 de março de 2021, que suspendeu por mais 180 dias a aplicação dos efeitos do não cumprimento das funcionalidades.

É que nos municípios os beneficiários estão prejudicados com a suspensão das aulas presenciais e direcionamento das unidades de saúde para atendimentos dos infectados pelo novo coronavírus. Para não tem aglomeração e não expor os moradores à infecção pela Covid-19 nos postos de recadastramento, essa revisão segue suspensa.

No Acre, cerca de 91.045 famílias são beneficiadas pelo programa do governo federal. “Nenhum chamamento da população para atendimento presencial deve ser feito pelos estados ou municípios, e nenhuma família terá o benefício do programa Bolsa Família bloqueado ou cancelado, em virtude do descumprimento de condicionalidades na saúde e educação”, destacou o secretário interino da SEASDHM, André Crespo.

Comentários

Em alta