img_9294-660x440
Aldemir foi condenado pelo abuso cometido contra a menor e porte de arma – Foto: Alexandre LIma/Arquivo
Alexandre Lima

Um crime ocorrido no mês de abril passado, teve seu desfecho perante a Justiça após quase sete meses depois que os agentes da delegacia de Brasiléia, terem descoberto que um homem de 38 anos, que morava em uma colônia localizada no km 75 da BR 317 (Estrada do Pacífico).

Aldemir Valentin Siqueira (38), que estaria morando com uma mulher e sua filha de apenas 8 anos de idade. O abuso foi descoberto após a criança ter escrito uma carta para um parente que não deu atenção, mas, o fato se espalhou até chegar à cidade.

Foi quando os agentes resolveram realizar uma diligencia até a casa e encontram o suspeito. Em conversa com a criança, a mesma confirmou o caso e foi levada para exames, onde confirmaram o estupro. Também foi encontrado na casa, armas sem a devida licença e apreendidas.

O acusado aguardou o seu julgamento até saber que, deverá continuar preso no presídio estadual na Capital, por cerca de 38 anos. A sentença foi lida pelo juiz de direito da Comarca de Brasiléia, doutor Clovis Lodi.

Reveja matéria:

Homem é preso acusado de estuprar enteada de 8 anos e porte armas na zona rural de Brasiléia

Comentários