Investigadores da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor) da Polícia Civil prenderam na manhã desta segunda-feira, 3, o ex-diretor do Depasa, Tião Fonseca, a sua esposa, Delba Nunes Bucar, dona da Bucar Engenharia, e cumpriu mandados de busca e apreensão na residência do irmão do senador Márcio Bittar (MDB), Edson Siqueira, que na gestão de Fonseca foi diretor-financeira da autarquia.

Batizada de “Toque de Caixa”, a operação objetivou o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão em Rio Branco sob a coordenação do delegado Alcino Ferreira Júnior, responsável pelas investigações que resultaram na operação.

Os alvos são acusados de desvios de recursos públicos e o pagamento na ordem de R$ 561.853,06, realizado em março deste ano, em favor da empresa Bucar Engenharia, de propriedade da esposa de Fonseca, é o principal ponto investigado.

O mandado de prisão e das buscas e apreensões foram expedidos pelo juiz Cloves Augusto Alves Cabral Ferreira, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco.

Comentários