No Acre, 64 indígenas disputam as Eleições em 2020, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles representam 2,12% do total de candidaturas (3.013) em todo o estado.

Há quatro candidatos a mais neste ano em relação a 2016, no entanto, a proporção atual é menor. No pleito municipal passado, 2,5% das candidaturas eram de indígenas.

Em 2020, 59 das 64 candidaturas são para as câmaras de vereadores. Há ainda três candidatos indígenas a vice-prefeito – dois no Jordão e dois em Santa Rosa do Purus – e um a prefeito de Marechal Thaumaturgo.

Haverá nas urnas locais representantes dos povos Jaminawa, Huni Kui, Nukini, Kulina, Ashaninka, Manchineri, Puyanawa e Yawanawá.

Ele estão distribuídos nas cidades de Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Rio Branco, Mâncio Lima, Assis Brasil, Santa Rosa do Purus, Tarauacá, Manoel Urbano, Rodrigues Alves e Porto Walter.

Os candidatos estão filiados a partidos como o PCdoB, DEM, PL, PDT, PP, MDB, PSD, PSDB, PSOL, PT, Avante e PROS.

Comentários