Dos 3.026 pedidos de registro de candidatura feitos no Acre, 170 foram considerados inaptos pela Justiça, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Esse número representa 5,62% do total.

Vinte e cinco renunciaram à candidatura antes da Eleição, entre eles o candidato a prefeito de Marechal Thaumaturgo pelo PT, Itamar de Sá, e os pleiteantes a vice de Tarauacá e Plácido de Castro, Raquel (PCdoB) e Pedro da Oficina (PSD), respectivamente.

Outros cinco tiveram o pedido de candidatura não reconhecido pela Justiça Eleitoral.

Os demais (140) tiveram o pedido indeferido. A ausência de requisitos de registro foi a principal causa de rejeição, com 82,8%. Já os próprios partidos e coligações indeferiram 16 candidaturas, todas para vereador. Por fim, a Lei da Ficha Limpa barrou 9 candidatos acreanos.

Comentários