ASTORIGE CARNEIRO

A onda de violência que o Estado enfrenta este ano segue sem uma perspectiva de melhora. Entre os recentes acontecimentos da escalada da criminalidade, está o aumento de homicídios no interior, principalmente nos municípios de Cruzeiro do Sul e Sena Madureira.

Não obstante, no último fim de semana, a agência ContilNet recebeu denúncias dos moradores do município de Assis Brasil, que alertaram sobre o número de assaltos que vitimam principalmente a população idosa.

“Roubaram as coisas de minha mãe, uma idosa de 70 anos, e mesmo indo à delegacia registrar o ocorrido, nada foi feito. Até uma nova tentativa de assalto minha mãe já sofreu! Ninguém pode mais sair de casa que já estão em perigo”, relatou F.A., que prefere permanecer anônima.

Mãe de F.A foi uma das vítimas da onda de assaltos/Foto:ContilNet

Outro relato, também anônimo, é de um comerciante de Assis Brasil. Segundo o denunciante, um dos clientes, também idoso, foi vítima de um assalto dentro da própria casa: “Um dos meus clientes me relatou que estava em casa quando ouviu alguém batendo na porta. Quando ele abriu, anunciaram o assalto. Sofreu agressão e levaram dinheiro dele”.

Até o fechamento da matéria, a agência ContilNet não conseguiu entrar em contato com a assessoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) para mais informações.

Comentários