A ideia agrada a comunidade Católica e até outras religiões, pelo enorme legado deixado

ALDEJANE PINTO

O saudoso Padre Paolino Maria Baldassari, que morreu no dia 08 de abril de 2016, aos 90 anos de idade, terá seu legado eternizando em um memorial que será construído na frente da Igreja onde o religioso catequisou por mais de 50 anos, especialmente em Sena Madureira. Na ultima quinta-feira (09) a obra começou a sair do papel.

O local será numa área que fica na Praça da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, marcado pela constante presença do Padre, que costumava ler a Bíblia caminhando de um lado para o outro, sempre às 6h da manhã e às 18 horas.

O memorial deverá reunir peças usadas pelo Padre, lembranças que ele recebia nas comunidades tradicionais durante as chamadas desobrigas, além de fotos, cartas escritas a mão, livro medicinal, prêmios e outros pertences do religioso.

De acordo com as informações obtidas na construção, os recursos são oriundos de emenda parlamentar no valor de R$ 472 mil, repassados à prefeitura de Sena Madureira para a obra.

A ideia agrada a comunidade Católica e até outras religiões, tendo em vista o enorme legado deixado pelo reverendo, que atraiu milhares de pessoas durante seu velório, até mesmo, as maiores lideranças evangélicas do Vale do Iaco, que foram prestar a última homenagem ao vigário.

A obra do Memorial Padre Paolino tem previsão de conclusão dentro de seis meses. O corpo do padre está sepultado em um anexo da Igreja Matriz, em Sena Madureira, e é visitado diariamente por fieis.

Comentários