fbpx
Conecte-se conosco

Extra

Membros do PCC são detidos na Bolívia e deportados, um foi ferido por pistoleiros em Santa Cruz

Publicado

em

Os presos na Bolívia possuem mandados de prisão no Brasil, são eles: Wenerson Pereida da Coceição, Eduardo De Oliveira Silva e Edson Ferreira de Medeiros.

Três brasileiros, membros do PCC, serão expulsos da Bolívia. Foto: Polícia Boliviana

Três cidadãos brasileiros foram expulsos do país, no âmbito dos compromissos internacionais na luta contra o crime, informou o ministro do Governo, Eduardo Del Castillo, através das suas redes sociais.

Os três brasileiros que possuem mandados de prisão no Brasil são: Wenerson Pereida da Coceição, Eduardo De Oliveira Silva e Edson Ferreira de Medeiros.

Segundo relatos policiais, os três integram o Primeiro Comando da Capital (PCC), tem acusações no Brasil por tráfico internacional de drogas, roubos e organização criminosa.

Wenerson Pereira Da Conceição foi baleado no pé direito na noite de ontem sexta-feira, 7, quando estava em um campo esportivo na zona norte da cidade. Segundo a Polícia, acredita-se que tenha sido um aviso, por não ter enviado a tempo um carregamento de droga para o Brasil, no valor de mais de meio milhão de dólares.

O homem morava no país com identidade falsa e, após cruzamento de informações com a Polícia Brasileira, ficou claro que ele era procurado no Brasil, os mesmos já estavam morando na Bolívia a quase um ano. Os outros dois brasileiros foram presos posteriormente.

“Os três já foram entregues à Polícia Federal do Brasil (na fronteira com a Bolívia) para que respondam à justiça”, escreveu Del Castillo.

“Pelos dados apresentados pela Felcc, os Brasileiros faz parte do PCC. o trio têm um histórico bastante grande no Brasil, um deles (o com ferimento à bala) tem mais de 10 casos pelos quais está sendo procurado. Segundo os dados disponíveis, os três estavam na Bolívia desde o início do ano”, disse Astilla.

Coronal Holguín informou que os presos estavam com documentos falsos, um deles se apresentou como, Osam Ignácio Pereira, com as investigações descobriu que na verdade, que era, Edson Ferreira de Medeiros, o mesmo tem uma longa ficha criminal no Brasil, a maioria das acusações são relacionadas ao tráfico de drogas.

Coronal Holguín, destacou que os pistoleiros se limitaram a ferir um dos brasileiro em uma das pernas, como advertência, porque se quisessem eliminá-lo teria sido fácil. Foto. Policia Boliviana

Ainda segundo coronel Erick Holguín, o ataque dos pistoleiros contra Ferreira, cometido fora do campo de futebol por dois criminosos em uma motocicleta, o outro, em um veículo, foi motivado por uma dívida que ele tinha por não cumprir a entrega de uma carga de drogas, avaliada em 600 mil dólares. A remessa deveria ser enviada da Bolívia para o Brasil, o que não se cumpriu, segundo as investigações.

Coronal Holguín, destacou que os pistoleiros se limitaram a ferir um dos brasileiro em uma das pernas, como advertência, porque se quisessem eliminá-lo teria sido fácil para os atiradores atirar em outra parte de seu corpo.

Três brasileiros com mandados de prisão no Brasil por tráfico de drogas, integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) foram expulsos da Bolívia neste sábado e entregue as autoridade do Brasil na fronteira, informou o Comandante Departamental da Polícia de Santa Cruz, Coronel Erick Holguín, 

Comentários

Continue lendo

Extra

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILEIA – AVISO DE SUSPENSÃO DE LICITAÇÃO

Publicado

em

ESTADO DO ACRE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRASILEIA

COMISSÃO DE CONTRATAÇÃO

AVISO DE SUSPENSÃO DE LICITAÇÃO

PREGÃO PRESENCIAL SRP N° 006/2024

A Prefeitura de Brasileia, através da Comissão de contratação, torna Pública a SUSPENSÃO da sessão pública de abertura sob a modalidade PREGÃO PRESENCIAL SRP N° 006/2024, cujo objeto é Registro de preços para aquisição de material médico hospitalar para atender as demandas das unidades do âmbito da Secretaria Municipal de Brasiléia /Acre., que ocorreria na data de 26 de junho de 2024, às 08h30min.

Brasileia/AC, 21 de junho de 2024.

Thaísa Batista Monteiro Pontes

Pregoeira

Comentários

Continue lendo

Extra

Perna humana encontrada no Rio Acre pode ser de mulher sequestrada e assassinada

Publicado

em

Vítima foi submetida ao “tribunal do crime” e enterrada por facção criminosa. Polícia e Bombeiros realizam buscas para localizar restante do corpo.

Uma perna humana foi encontrada na noite desta quinta-feira (20) às margens do Rio Acre, na Rua do Passeio, bairro Taquari, Segundo Distrito de Rio Branco. A descoberta macabra foi feita por um pescador que imediatamente acionou a Polícia Militar.

De acordo com a Polícia Civil, a perna encontrada pode pertencer a uma mulher identificada apenas como Andressa, conhecida por ser usuária de entorpecentes e monitorada por tornozeleira eletrônica. A mulher foi sequestrada juntamente com um homem na segunda-feira (17) e ambos foram julgados e sentenciados à morte por uma facção criminosa que domina o bairro Taquari. As investigações indicam que, após o assassinato, os corpos foram enterrados em uma cova no barranco do Rio Acre.

A família de Andressa, ao saber de seu desaparecimento, iniciou uma campanha de oração para que seu corpo fosse encontrado. Comovidos, os membros da facção desenterraram o corpo em decomposição e o jogaram às margens do rio. A suspeita é que um animal, possivelmente um jacaré, tenha arrastado o corpo para a água, deixando apenas a perna no barranco.

O local foi isolado pela Polícia Militar e a perícia criminal foi acionada para recolher o membro. A Polícia Civil, juntamente com o Corpo de Bombeiros, iniciou buscas para localizar o restante do corpo de Vanessa. Além disso, os agentes estão investigando o possível local onde o corpo do homem sequestrado pode estar enterrado.

Agentes da Equipe de Pronto Emprego (EPE) coletaram as primeiras informações e o caso será aprofundado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

As autoridades continuam investigando o duplo homicídio e trabalham para identificar e prender os responsáveis.

Comentários

Continue lendo

Extra

Carnaval fora de época de Brasiléia será realizado por empresa privada em 2024

Publicado

em

Prefeita Fernanda Hassem, anuncia que o carnaval de 2024 não será o Município que irá realizar.

O tradicional carnaval fora de época – Carnavale, que acontece no mês de julho quando se comemora o aniversário do município de Brasiléia, este ano será em molde diferente, segundo a prefeita Fernanda Hassem.

Em seu gabinete nesta quinta-feira, dia 20, a gestora anunciou que a festa irá acontecer nos dias 5, 6 e 7, já o desfile cívico será no dia do aniversário do município, dia 3 de julho no centro da cidade.

Fernanda Hassem destacou que esse ano especificamente, o evento não será realizado pela Prefeitura como nos anos anteriores. Uma empresa particular irá promover o evento com uma estrutura menor, com bandas locais e convidados como atrações.

“Estava cheia de planos. É meu último ano como prefeita. Não temos condições de colocar recurso público ainda com abrigo aberto (…). Vamos estar com a iniciativa privada cedendo o local, ajudando na divulgação, limpeza antes, durante e depois. Somente isso”, disse a prefeita.

Mesmo com simplicidade, Fernanda espera a participação dos moradores e que o evento aqueça comércios locais, como hotéis, restaurantes, pousadas, entre outros empreendimentos.

A gestora também aproveitou a oportunidade para anunciar o evento “Brasiléia Rural Show”, que deverá acontecer uma semana depois. A programação será anunciada em breve.

Comentários

Continue lendo