Conecte-se conosco

Cotidiano

Médico acreano que estudou em escola pública é chamado para pesquisa da vacina contra o HIV

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O médico infectologista acreano, Dyemison Pinheiro, de 27 anos, foi escolhido para integrar uma equipe que tem uma missão muito especial para milhares de pessoas no mundo: Estudar a vacina contra o HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). A escolha do profissional que é residente médico em infectologia no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo (SP), foi bastante comemorada tanto pela família quanto por amigos e profissionais da área.

Em entrevista exclusiva ao AcreNews, Pinheiro enfatizou que foi aprovado no processo seletivo com participação de concorrentes de todo o país e que a sua atuação no estudo terá início já no próximo dia 27. “A partir dessa data terei treinamentos específicos sobre a vacina e começarei a atuar diretamente no estudo”, enfatizou.

Dyemison executará os trabalhos na Casa da Pesquisa do Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS de São Paulo, mas o estudo está acontecendo em outras instituições também. Na realidade, oito países participam dos testes clínicos.  No Brasil, as pesquisas ocorrem em oito centros localizados em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Paraná.

O acreano aprovado no processo entra numa etapa importante dos mais recentes estudos, chamada de fase III, quando começam os testes em humanos para descobrir a eficácia da fórmula para produzir anticorpos contra o vírus. “Ao passo que a pesquisa vai fluindo, será possível explicar ainda mais sobre o nosso trabalho. Por enquanto, estou muito feliz em poder participar do grupo”, disse.

Recentemente, o coordenador do Estudo Mosaico, Bernardo Porto Maia, que conduz a pesquisa com o projeto de imunizante em São Paulo, disse que o mundo “nunca esteve tão perto de uma vacina contra o HIV”. Ou seja, após 40 anos de pandemia de Aids, a humanidade pode ter à disposição um imunizante eficaz.

Vale lembrar que o HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, causador da Aids, que ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

De acordo com a UNAIDS, cerca de 37,6 milhões de pessoas foram infectados com HIV no mundo no ano de 2020. Outras 1,5 milhão de pessoas foram infectadas recentemente por HIV e 90 mil pessoas morreram de doenças relacionadas à AIDS somente no ano passado.

Dyemison Pinheiro é natural de Rio Branco, estudou o ensino médio na Escola Professor José Rodrigues Leite, no centro de Rio Branco. Mais tarde, conseguiu ingressar na Universidade Federal do Acre (UFAC), sendo graduado em medicina. A especialização vem em seguida, quando decidiu sair do Acre e mudou-se para São Paulo para ingressar como residente no Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Comentários


Cotidiano

Harry Kane desencanta, Inglaterra bate Senegal e avança às quartas

Publicado

em

OGol

O primeiro tempo não foi fácil, mas a Inglaterra não deu chance para o azar e estará nas quartas de final da Copa do Mundo. Os ingleses venceram Senegal por 3 a 0 em grandes atuações de Phil Foden, Jude Bellingham e Harry Kane e garantiram vaga na próxima fase do mundial.

A Inglaterra enfrentará a França no próximo sábado, às 16h. As duas seleções definiram um semifinalista do lado oposto ao de Brasil e Argentina no chaveamento; Portugal e Espanha, que jogam no domingo, podem estar no caminho das seleções.

Inglaterra é fatal nos momentos finais

O jogo começou com o cenário que já era esperado: a Inglaterra tentava tomar a iniciativa e comandava a posse de bola, enquanto Senegal buscava fechar espaços a ativar seus jogadores de frente em contra-ataque. Os primeiros minutos foram de muita cautela por ambas as equipes, com os ingleses marcando muito forte a saída de bola da seleção africana.

Quando parecia que a Inglaterra começaria a ser mais efetiva e agressiva, o jogo continuou muito lento, sem os ingleses conseguirem agredir o adversário no terço final. Senegal, por sua vez, seguia contida preocupando-se mais em se defender. Em tiro de canto, Foden fez levantamento na área e Stones desviou de cabeça, mas a bola passou por cima do gol.

O primeiro contra-ataque de Senegal quase foi fatal. Maguire saiu jogando errado, os senegaleses aceleraram a jogada e Sarr quase abriu o placar em finalização na grande área. John Stones apareceu bem para bloquear o chute – sem pênalti por toque de mão, apesar de pedido dos africanos. Pouco depois, mais uma chance: Dia recebe na esquerda da área e bateu cruzado, mas Pickford salvou a Inglaterra.

Nos minutos finais, Senegal tentou aproveitar o momento para seguir em cima, mas o futebol fez das suas: aos 40 minutos, Harry Kane achou Bellingham na esquerda do ataque e o meia de 19 anos ajeitou para Henderson chegar batendo de primeira com o gol praticamente vazio. 1 a 0 para a Inglaterra na primeira finalização certa dos comandados de Southgate na partida. Nos acréscimos, ainda deu tempo de Bellingham participar muito bem mais uma vez acionando Foden em contra-ataque. O atacante do City não foi egoísta e ajeitou para Harry Kane enfim marcar o seu primeiro no mundial: 2 a 0 para os ingleses.

Classificação com um toque de Phil Foden

Para o segundo tempo, a seleção senegalesa voltou com três modificações, todas do meio para frente. No entanto, a Inglaterra seguiu marcando em cima e sendo protagonista da maioria das ações ofensivas do jogo. Aos nove minutos, Kane serviu Saka e o atacante tentou chute de pé direito, mas não pegou muito bem na bola e finalizou para fora.

A Inglaterra estava muito confortável em campo e o terceiro gol parecia questão de tempo e eficiência. Aos 13 minutos, Foden apareceu muito bem mais uma vez e deu sua segunda assistência na partida: cruzou por baixo para Saka completar de primeira na área e deixar os ingleses com um pé nas quartas de final. 3 a 0.

Com uma vantagem tão larga, naturalmente o ritmo da partida diminuiu e as chances de gols foram ficando escassas. Senegal chegou a levar perigo em cobrança de falta de Sarr, mas a bola passou à esquerda do gol de Pickford. Southgate passou a utilizar suas alterações para descansar alguns titulares, já visando o grande jogo de sábado.

Comentários


Continue lendo

Cotidiano

Diretoria do Humaitá fecha a contratação de Felipinho

Publicado

em

FOTO Jhon Silva: Felipinho é um atleta de confiança da comissão técnica

phdesporteclube

Mais um pedido do técnico Álvaro Miguéis foi atendido pela diretoria do Humaitá. O meia Felipinho é mais uma contratação para a temporada 2023, quando o Tourão irá disputar o Campeonato Estadual, as Copas Verde e do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série D.

Início da preparação

Os dirigentes do Humaitá devem confirmar nesta semana o início da preparação. O Tourão terá um primeiro semestre com três competições e por isso a pré-temporada será fundamental para os treinamentos e montagem da equipe

Treinador confiante

Álvaro Miguéis deve ter no Humaitá a base vitoriosa das campanhas no Atlético. O treinador demonstra confiança para ganhar o bicampeonato acreano e realizar grandes campanhas em nível nacional.

Comentários


Continue lendo

Cotidiano

Alifi acerta com Rio Branco e ganha grande oportunidade

Publicado

em

FOTO: Alifi jogou a Copa Verde pelo Estrelão e seguirá no elenco em 2023

PHDEsporteClube

O meia Alifi, ex-Adesg, vai jogar o Campeonato Estadual 2023 pelo Rio Branco. A contratação foi confirmada neste fim de semana e é o terceiro atleta anunciado pela diretoria do Mais Querido.

Semana importante

O Rio Branco vai viver uma semana importante com relação a definição da próxima temporada.

O presidente Valdemar Neto deve se reunir com o técnico Ulisses Torres para fechar o planejamento.

Reforços importados

Valdemar Neto avalia a possibilidade de realizar 11 contratações fora do estado visando o Estadual. Chegar nas finais do acreano é fundamental para garantir calendário nacional em 2024.

Comentários


Continue lendo

Em alta