Foto: Jhonatas Fabrício/Rede Amazônica Acre – arquivo

Dos 8,7 mil pescadores cadastrados na unidade acreana da Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento , apenas 2.976 pediram seguro-defeso ao Instituto Nacional do Seguro Social.

No entanto, informa A Tribuna do Acre, 1.646 destes pedidos de pagamento do benefício devem passar por uma nova triagem, sob o risco de alguns casos serem indeferidos, principalmente se ficar comprovado que o pescador obteve algum rendimento extra no decorrer do ano.

O período de defeso começou a vigorar este mês na Amazônia.

Comentários