Jovem de 20 anos foi baleado na perna e 50 dias depois caiu e sofreu complicações no ferimento

LEANDRO CHAVES

Dona Rizonaria Almeira de Souza, mãe do jovem Rafael Souza da Silva, de 20 anos, implora ao secretário de Saúde Alysson Bestene que seja feita uma cirurgia na perna de seu filho, que sofreu uma fratura óssea após queda.

O ferimento, de acordo com a mulher, foi ocasionado pela sequela deixada por uma bala que atingiu o membro do rapaz 50 dias antes. Ele trabalhava enquanto criminosos passaram atirando e uma das balas acertou o jovem.

Segundo a mãe, ele não obteve a assistência médica correta quando foi baleado e, por isso, não teve a recuperação esperada.

“Ele não foi bem atendido no primeiro momento, porque se o médico tivesse visto, pedido um raio-x e tivesse sido mais humano com meu filho para avaliar o caso dele, ele não estaria nessa situação hoje”, lamenta.

Rafael está internado no Pronto Socorro de Rio Branco à espera do agendamento de uma nova cirurgia. No entanto, sua mãe informa que não há previsão para o procedimento, uma vez que a fila estaria lotada.

“Eu não aguento mais ver o sofrimento dele. Ele é um pai de família, tem duas filhas pequenas pra sustentar e a esposa dele está grávida. A gente sofre mais ainda porque não sabe o que fazer”.

Comentários