Pedro Paulo

Policiais da Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), apreenderam na tarde da última terça-feira, 26, o adolescente de 17 anos acusado de tentar matar um colega a golpes de tesoura. O fato ocorreu no último dia 19, no interior da Escola Clícia Gadelha, no São Francisco. Segundo a investigação, o crime foi motivado por vingança.

Em depoimento ao delegado Rafael Pimentel, titular da Depca, o menor infrator disse que, no dia anterior aos fatos, a vítima teria lhe esbofeteado juntamente com outros dois alunos durante discussão banal.  No dia seguinte, o investigado teria se armado com uma tesoura e ao cruzar com o desafeto dele, dentro da escola, desferiu cinco golpes.

O aluno vítima teve alta hospitalar no último sábado, 23, e deve comparecer até sexta-feira, na Delegacia do Menor, para prestar esclarecimentos ao presidente do inquérito. A mãe do adolescente apreendido contou à autoridade policial que, a reação violenta do filho se deu por que ele teria sido agredido, inclusive estava com o nariz quebrado, porém não havia laudo médico que validasse a versão durante a oitiva.

“O Estado não tolera este tipo de agressão. Logo após o ocorrido, a PM chegou rapidamente ao local. Em ato continuo, a Polícia Civil iniciou as diligências para identificar a autoria. Houve também importante empenho dos órgãos ministeriais, que declinaram pela internação do agressor, cabe agora à justiça fazer o ajuizamento adequado para o ato infracional praticado dentro de um espaço público dedicado à formação de nossos jovens”, destacou Pimentel.

Comentários