Das 22 pessoas apresentadas em flagrante, apenas uma teve a prisão preventiva decretada

Magistrados convocaram a imprensa na manhã desta quarta-feira (9) /Foto: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (9) magistrados se reuniram em uma coletiva de imprensa na Cidade da Justiça para explicar a respeito da liberação de presos apresentados em audiência de custódia nos últimos dias. Segundo os dados revelados, a informação veiculada pela secretária de segurança pública, de que mais de 40 pessoas foram presas por envolvimento com ataques criminosos, está equivocada.

Os dados levantados dizem respeito aos presos apresentados no domingo (6) e segunda-feira (7). Das 22 pessoas apresentadas em flagrante, apenas uma teve a prisão preventiva decretada por haver indícios de participação em organização criminosa.

Os demais foram apresentados por crimes diversos, entre eles furto receptação, lesão corporal, posse de entorpecente e posse ilegal de arma de fogo. Destes, apenas cinco tiveram a prisão preventiva decretada, os demais foram liberados e deverão responder o processo em liberdade.

Comentários