Conecte-se conosco

Geral

Irlandesa esquece de tirar absorvente interno por três meses e quase morre

Publicado

em

Modelo Maura Higgins contou em entrevista que teve síndrome de choque tóxico, após absorvente colar na parede de seu útero

Maura Higgins não sabia a causa de doença, até que médico descobriu o absorvente
REPRODUÇÃO INSTAGRAM @MAURAHIGGINS

A indicação para as mulheres que usam absorventes internos é que sejam feitas trocas regularmente e que o tempo de uso não exceda oito horas. No entanto, a modelo irlandesa Maura Higgins chocou ao contar, em um programa de TV do Reino Unido, que ficou cerca de três meses com um desses tampões.

Ela quase morreu devido a uma infecção. “Tinha um tampão dentro de mim por três meses. Quando o médico encontrou, estava grudado no colo do útero. E eu estava tão doente. Não sabia o que estava acontecendo… Teve gente que morreu por causa disso”, disse ela ao programa Shopping with Keith Lemon, da rede britânica ITV2.

A doença que quase vitimou Maura é a síndrome do choque tóxico. Ela ocorre a partir de uma infecção por bactérias Staphylococcus aureus ou estreptococos do grupo A, que produzem uma série de toxinas e causam o choque.

A modelo tem razão quando afirmou que as pessoas podem morrer com essa doença.

“A síndrome não é comum, mas costuma acontecer subitamente. A pessoa está bem e, em poucos dias, evolui para uma queda de pressão importante, que pode levar a problemas na filtração dos rins e gradativamente alterações em coração, pulmões e fígado. Pode levar à falência múltipla de órgãos”, explica o ginecologista do Hospital Sírio-Libanês e Albert Einstein, Alexandre Pupo.

Outros sintomas são febre alta, sensação de dor de garganta, inflamação pelo corpo, dor muscular, diarreia e talvez erupção cutânea. O médico avisa também que em casos extremos pode levar à amputação de órgãos.

“A bactéria consegue entrar no tecido muscular e acaba colonizando também as faces entre os músculos, que são áreas pouco irrigadas de sangue, o que torna o tratamento muito difícil e  eventualmente pode levar a situações de amputação.”

Além do uso prolongado de absorventes internos, a infecção que causa a síndrome do choque tóxico pode acontecer “a partir de feridas cirúrgicas ou após um parto, quando há uma infecção da parte interna do útero, ou, ainda, após cirurgias de nariz”, destaca Pupo.

A infecção pelo uso de tampão ocorre porque “provavelmente o absorvente deixa o sangue acumulado no fundo vaginal, juntamente com o material do próprio produto, o que propicia a colonização [de bactérias]. Talvez utilizando o sangue como um substrato, elas crescem em velocidade bastante rápida”, diz o ginecologista.

O tratamento para a síndrome é com o uso de antibióticos, que variam de acordo com a bactéria causadora da infecção, e de procedimento cirúrgico na área em que começou a colonização.

“Temos de fazer a limpeza da área infectada, se for uma ferida ou alguma coisa do gênero. Se for um absorvente, temos de retirar o absorvente infectado, porque ele é a fonte principal da bactéria, e aguardar a resposta do corpo”, orienta Pupo.

Na entrevista, a modelo irlandesa chegou a dizer que o esquecimento não é incomum, e falar sobre o tema pode ajudar outras mulheres.

“Jovens podem não notar quando saem à noite, podem ficar bêbadas e esquecer. Essas coisas realmente acontecem, e as pessoas não falam sobre isso. Eu me lembro de estar na escola, costumava tirar meu absorvente da bolsa, enfiá-lo na manga e depois ir ao banheiro… Não é para se envergonhar, esconder, por isso acho que é um tema importante”, afirmou Maura, de 31 anos, ao programa britânico.

Além de ser uma doença rara, a síndrome do choque tóxico por uso de absorventes internos não é tão fácil de acontecer, mas a recomendação é trocá-los com frequência.

“Não é um evento comum, se for feito o uso adequado do absorvente. Ele deve ser posto e removido a partir do momento em que ele estiver encharcado com o sangue menstrual. No caso de menstruações mais abundantes, pode ter vazamentos, então de duas a quatro horas deve ser trocado, e o período do absorvente não deve exceder oito horas”, conclui Pupo.

Comentários

Geral

Em Mâncio Lima, mulher acusada de ter matado a própria sobrinha é morta a facadas

Publicado

em

Por Alex William, do Mâncio Lima em Foco

Na tarde deste sábado, 26, uma mulher foi morta a facadas no bairro da Cobal, no município de Mâncio Lima.

A vítima, das iniciais S.S.P., de 28 anos, é acusada pela morte de uma adolescente, quando na companhia de outros criminosos teria matado a facadas Ana Clara da Silva Sampaio, de 15 anos, nas proximidades do clube Paquera no dia 04 de novembro de 2020.

O corpo da mulher foi recolhido pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML). O caso será investigado pela Polícia Civil de Mâncio Lima, sob o comando do delegado José Obetânio.

Comentários

Continue lendo

Geral

Músico Diogo Soares apresenta projeto de show autoral em escolas de Rio Branco

Publicado

em

Financiado pelo Fundo Municipal de Cultura da FGB-PMRB, projeto será apresentado a alunos do EJA

O cantor e compositor Diogo Soares, vocalista da banda Los Porongas, inicia uma série de apresentações em escolas públicas municipais de Rio Branco a partir desta sexta-feira (25). Serão cinco shows, programados para os dias 25, 29 e 30 de novembro, e 01 e 06 de dezembro. As apresentações fazem parte do projeto “Música, Papo e Palco Aberto nas Escolas”, que é financiado pelo Fundo Municipal de Cultura da FGB-PMRB e tem o apoio da Secretaria Municipal de Educação (SEME), através da coordenadoria do EJA, e da Gênesis Produções.

Atualmente Diogo está em fase de preparação do seu primeiro disco solo e pretende levar aos estudantes um mosaico do seu trabalho, com canções que fizeram sucesso e novas composições, que tem na poesia a ferramenta fundamental para a transformação da realidade.

O projeto, que será apresentado a alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas Monte Castelo (25/11), Caminho de Luz (29/11), Ilson Ribeiro (30/11), Juvenal Antunes (01/12) e Anice Dib Jatene (06/12) será no formato pocket show, com apresentação autoral de Soares e palco aberto para a participação dos estudantes, com início sempre às 19h. O show conta ainda com a participação especial do cantor e compositor Savnes, irmão de Diogo. Ao fim de cada apresentação, o vocalista da banda Los Porongas abrirá uma roda de conversa com os alunos, professores e funcionários das escolas.

“Uma das coisas mais legais desse projeto é que nos shows vou poder contar com a participação de toda a comunidade escolar, sejam alunos, professores e todos os demais servidores. Na escola Anice Dib Jatene, por exemplo, uma servidora vai cantar Pingos de Amor, do Paulo Diniz comigo. Estou muito feliz”, confessou um animado Diogo Soares.

Ficha Técnica:

O projeto tem produção executiva da atriz Sacha Alencar, cobertura de mídias sociais de Lucas Cavalcante, Design Gráfico, still e cobertura audiovisual de Samuel Moura e da Gênesis Produtora.

Comentários

Continue lendo

Geral

CIE recebe finais do Estadual de futsal 11, 13 e 15

Publicado

em

PHDEsporteClube

Serão disputadas neste sábado, 26, a partir das 14 horas, no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) as finais dos campeonatos Sub 11, 13 e 15 promovidos pela Federação Acreana de Futsal (Fafs).

“Pensamos a programação para promover uma grande festa do futsal. Vamos fechar mais três competições e mesmo com pouco tempo de trabalho, estamos realizando os torneios programados”, disse o presidente da Fafs, Rafael do Vale.

Todas as finais

O Fluminense/CT Furacão do Norte vai disputar as finais das três categorias.

“Realizamos um trabalho bem consistente na base. O esporte abre portas e precisamos de mais incentivo para as nossas escolinhas”, disse o técnico Bruno Melo.

Duelos decisivos

Flu/CT Furacão x AME (Sub 15)

Flu/CT Furacão x Volta Redonda/CT Edson (Sub 13)

Flu/CT Furacão x ABC/Bola 15 (Sub 11)

Comentários

Continue lendo

Em alta