Conecte-se conosco





Cotidiano

Into vive menor índice de operação desde o início da pandemia no Acre, diz Osvaldo Leal

Publicado

em

POR EVERTON DAMASCENO

Com 16 pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (INTO/AC), adaptado para ser o hospital de referência para tratamento de pessoas infectadas pelo coronavírus, vive o seu mais tranquilo momento desde o início de suas operações durante a pandemia.

A informação foi dada pelo diretor da unidade, o médico Osvaldo Leal, durante coletiva à imprensa concedida nesta sexta-feira (9), para falar a respeito da classificação de todas as regionais do Acre na bandeira amarela (nível de cuidado).

“O Into vive hoje o seu menor índice de operação desde o início dos trabalhos com pessoas infectadas pela covid-19. Isso é motivo para comemoração. Já tivemos mais de 200 pessoas internadas aqui, enfrentando uma superlotação desafiadora. Temos, atualmente, 16 pessoas internadas na UTI”, disse o especialista.

Osvaldo salientou que, embora a notícia seja satisfatória, os cuidados precisam ser mantidos por conta do alerta emitido sobre o avanço da variante Delta, que já infectou mais de 20 pessoas no Brasil.

“Toda conquista pode ser perdida se não for preservada. Por isso, diante do alerta dessa variante, principalmente, precisamos manter os cuidados como isolamento social, uso de álcool e máscaras”, finalizou.

O Acre tem menos de 30% dos leitos de UTI ocupados, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

Comentários

Em alta