Conecte-se conosco

Cotidiano

INSS dobra atendimento, faz 120 perícias médicas por dia e tempo de espera cai em Rio Branco

Publicado

em

Peritos não comparem nas agência do INSS no Acre — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Por Alcinete Gadelha

Os atendimentos para realização de perícias na agência do Centro de Rio Branco do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) dobrou os atendimentos e o tempo de espera para fazer a perícia reduziu significativamente desde o final de dezembro do ano passado.

A mudança ocorreu quase dois meses depois de agência retomar as atividades, no mês de setembro. A agência ficou mais de cinco meses sem atendimentos presenciais devido à pandemia da Covid-19 e quando voltou a atender estava fazendo apenas avaliação social, reabilitação profissional, cumprimento de exigências, justificação administrativa e justificação judicial. A perícia médica não havia retornado.

Só depois de pouco mais de uma semana é que os peritos voltaram a atender e naquela época a capacidade era de apenas 48 atendimentos diários. Já no final de dezembro, a agência aumentou o número de profissionais e dobrou os atendimentos.

O gerente regional do INSS, Carlos José, explicou que quando foram retomados os atendimentos eram apenas quatro médicos, agora, eles contam com 10 profissionais.

“Nós temos 10 peritos hoje e unificamos todos os atendimentos na agência do centro na capital. Cada perito faz por dia 12 perícias. Então, seria 120 perícias por dia. Agora em janeiro estamos com três peritos de férias, mas quando tiverem todos trabalhando, são 120”, explica.

O gerente acrescenta que os médicos que atendiam na agência do bairro do Bosque estão todos concentrados na agência do centro. A mudança ocorreu devido às adequações por causa da pandemia. Além disso, ele reforça que a espera caiu de até 30 dias, para 1 a 3 dias.

“A nossa agenda, se você marcar uma perícia na quinta-feira (7), vai cair para sexta-feira (8), ou na segunda-feira (11). Então a espera caiu muito. Muito mesmo. Estava complicado, era quase 30 dias de espera, até porque ficamos muito tempo sem atendimento pericial e foi acumulando”, acrescenta.

José ainda é otimista ao dizer que quando os outros profissionais retornarem das férias, não deve ter 120 atendimentos diários por falta de demanda.

“A gente fez a proposta para a subsecretaria especial de previdência de trabalho para unificar. Então, agora eles estão agencia do centro e estamos concentrados no centro. A agência do Bosque já abriu, mas não tem perícia lá. O que facilita é que os beneficiários vão ter o retorno mais rápido em relação ao auxílio doença, ou aposentadoria”, conclui.

Comentários

Cotidiano

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS com final 8

Publicado

em

Adicional de R$ 150 sairá em março

 

A Caixa Econômica Federal paga hoje (27) a parcela de janeiro do Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 8. O valor mínimo corresponde a R$ 600.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, neste mês o programa de transferência de renda do governo federal alcançará 21,9 milhões de famílias, com um gasto de R$ 13,38 bilhões. O valor médio recebido por família equivale a R$ 614,21.

A partir deste mês, o programa social volta a se chamar Bolsa Família. O valor mínimo de R$ 600 foi garantido após a aprovação da Emenda Constitucional da Transição, que permitiu o gasto de até R$ 145 bilhões fora do teto de gastos neste ano, dos quais R$ 70 bilhões estão destinados a custear o benefício.

Compromisso

Em publicação nas redes sociais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu que a manutenção da parcela mínima segue o compromisso estabelecido entre o novo governo e o Congresso Nacional.

“Começaremos o pagamento de R$ 600 para famílias beneficiárias. Compromisso firmado durante a campanha e que conseguimos graças a PEC [Proposta de Emenda Constitucional] que aprovamos ainda na transição, já que o valor não tinha sido previsto no orçamento pelo governo anterior”, postou o presidente no último dia 16.

O pagamento do adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até seis anos ainda não começou. Há duas semanas, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, afirmou que o valor extra só começará a ser pago em março, após o governo fazer um pente-fino no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), para eliminar fraudes.

No modelo tradicional do Bolsa Família, o pagamento ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês. O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas no aplicativo Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Calendário Bolsa Família de Janeiro de 2023
Calendário Bolsa Família de Janeiro de 2023 – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Auxílio Gás

Neste mês não haverá o pagamento do Auxílio Gás, que beneficia famílias cadastradas no CadÚnico. Como o benefício só é pago a cada dois meses, o pagamento voltará em fevereiro.

Só pode receber o Auxílio Gás quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Edição: Kleber Sampaio

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Neila Rosas deixa o Andirá e acerta retorno para o Atlético

Publicado

em

Neila Rosas espera realizar um trabalho vencedor no Atlético

O coração atleticano pesou e a técnica Neila Rosas retornará para o Galo na temporada de 2023 depois de ter comandado o Andirá em 2022.

“Minha relação com o presidente Afonso Alves (Andirá) é excelente, mas a minha paixão pelo Atlético determinou essa transferência. Vamos tentar novamente montar um time vencedor”, disse Neila Rosas.

Base mantida

De acordo com Neila Rosas, as atletas do Andirá irão para o Atlético na atual temporada.

“A nossa base vai ser mantida porque a prioridade é tentar a conquista do Estadual para voltar aos torneios nacionais em 2024”, afirmou a treinadora.

Escolinha para meninas

O Atlético vai investir na formação de atletas na base. Será criada uma escolinha e a equipe estará na disputa do Estadual Sub, uma das novidades da temporada 23.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

João Hassen fecha por duas temporadas com Desportivo Brasil

Publicado

em

João Hassen ainda fará uma série de exames antes de iniciar os trabalhos no clube paulista

O meia João Hassen vai assinar por duas temporadas com o Desportivo Brasil e se apresenta em Porto Feliz até o próximo dia 15, data para o início dos treinamentos visando as competições da temporada de 2023.

“Fechamos a negociação do João Hassen. Ele fez uma grande Copa São Paulo com a camisa do Galvez e essa transferência é o reconhecimento do seu futebol”, disse o técnico Kinho Brito.

Salário e porcentagem

Segundo Kinho Brito, João Hassen chegará no Desportivo Brasil recebendo um salário fora da realidade do futebol acreano para um atleta de base e o Galvez ficará com uma porcentagem em caso de negociação.

“Fechamos uma negociação onde ficou bom para os clubes e o atleta. Esse é um dos caminhos do futebol acreano, não podemos ficar somente esperando cotas das competições nacionais”, avaliou o treinador.

Comentários

Continue lendo

Em alta