Conecte-se conosco





Cotidiano

Insegurança nos hospitais do Acre será denunciada ao Ministério Público

Publicado

em

Assessoria do Sindmed

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) anunciou que vai denunciar ao Ministério Público Estadual (MPE) o agravamento da falta de segurança nas unidades de saúde, em virtude da notícia de demissão dos vigilantes que prestavam serviço nos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A entidade teme o aumento dos casos de violência, como agressões, ameaças de morte, furtos, assaltos e mortes.

Segundo o presidente do Sindmed-AC, Guilherme Pulici, o governo do estado vem agravando as condições de trabalho, trazendo ainda mais insegurança para servidores, pacientes e acompanhantes.

“Há anos buscamos melhorias, realizamos protestos e apenas recebemos promessas. Recebemos com muita preocupação a demissão de todos os vigilantes, porque representa uma ameaça a todos que trabalham nos hospitais do Estado”, protestou Guilherme Pulici.

A entidade ainda emitiu nota nesta segunda-feira, 12, apoiando o movimento realizado pelos vigilantes demitidos que procuraram a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) com o objetivo de resolução para o caso.

Comentários

Em alta