Dois homens que saíram para caçar no sábado passado, 30, no Ramal 1° de Maio, em Santa Rosa, seguem desaparecidos.

Os homens entre 30 e 40 anos são moradores da região. A prefeitura de Santa Rosa enviou uma equipe ao local para ajudar as famílias nas buscas.

Santa Rosa é cercada de mata e rio, assim como Porto Walter, cidade do Vale do Juruá, onde em agosto deste ano, um rapaz de 17 anos sumiu e nunca voltou ou foi encontrado.

Roginaldo Souza Nunes, de 17 anos, sumiu dia 3 de agosto da localidade Pimenta, em Porto Walter. Ele estava com o pai e um irmão e se afastou deles próximo a uma área de mata fechada e nunca mais foi visto.

Familiares acreditam que ele foi levado por um ser encantado da floresta e pediu ajuda a um rezador. O curandeiro indígena garantiu que o jovem estaria vivo e deveria aparecer em dois dias, correndo assustado ou feroz como um animal, o que não ocorreu.

O irmão do desaparecido, José de Souza, diz que Roginaldo conhecia muito bem a área. Para ele o caso envolve mistério “É tudo misterioso. Vimos rastros dele, mas em um determinado ponto, as pegadas somem. A mata bruta fica há uns 200 metros e as pegadas não vão até lá”.

Na época, mais de 40 pessoas, incluindo policiais, família e vizinhos fizeram buscas mata na região da localidade em busca de Roginaldo e não houve resultado.

O rapaz estava com o pai perto de uma casa de farinha e foi buscar lenha, quando, na volta, optou por fazer um caminho diferente do genitor e não foi mais visto.

O policial civil, Da Cruz, que responde pela delegacia de Porto Walter, explica que foi ao local duas vezes e confirma que em determinado ponto da mata, os vestígios de Roginaldo desaparecem. Conta que os vizinhos descartaram hipótese de que o rapaz temia algum castigo por parte dos pais. Mas cita que a mãe de Roginaldo contou que na noite anterior ao sumiço, ele dormiu mau e andou muito pela casa. “A mãe observou um comportamento inquieto na noite anterior, mas não fala em problemas que ele estivesse enfrentando. Por enquanto não temos pistas que esclareçam o desaparecimento do rapaz”, disse o policial.

Comentários