Conecte-se conosco





Extra

Homem que matou cunhado e atirou na companheira em Assis Brasil deve ir a júri popular

Publicado

em

Sebastião Alves Pereira teve a prisão preventiva decretada após pedido do Ministério Público do Acre (MP-AC). Ele é acusado de matar o cunhado e atirar na esposa e em outro irmão da mulher na zona rural de Assis Brasil, no interior do Acre, em setembro do ano passado. Ele chegou a ser preso na época.

De acordo com o processo, o acusado era casado com Heroína Ferreira dos Santos há 15 anos e teve dois filhos, uma menina de 14 anos e outro menino de 5 anos. No dia 4 de setembro do ano passado, um dos irmãos da mulher colocou fogo na propriedade e isso gerou uma confusão.

Ozias dos Santos e Luciano dos Santos foram até a irmã saber se estava tudo bem e foi quando o acusado chegou e atirou em Ozias. Ainda segundo os relatos, a irmã tentou intervir e acabou levando um tiro no ombro. O outro irmão da mulher, Luciano, também foi atingido na confusão.

No interrogatório, Heroína disse que o marido não era violento, mas que isso havia mudado e que eles sempre a ameaçava e ainda dizia que não tinha medo nem dos irmãos e nem do pai dela. Disse ainda que no dia do crime, os irmão não estavam armados e tinham ido até a propriedade saber se ela estava bem.

Em audiência em novembro do ano passado, Sebastião disse que atirou contra as vítimas por acreditar que os cunhados haviam ido até a casa dele para matá-lo. Disse ainda que não queria machucar a mulher e que o tiro nela foi acidental. Foi determinado então que ele seria julgado pelo Tribunal do Júri.

O MP-AC informou que entrou com recurso em sentido estrito, que foi acolhido pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre. O mandado de prisão preventiva já foi expedido e aguarda cumprimento, segundo o órgão.

Relembre o fato:

Acusado de assassinar cunhado e tentar matar esposa e o irmão é preso ao se apresentar em delegacia

Assis Brasil: Após briga, homem é suspeito de matar cunhado e ferir sua esposa e mais um irmão

Comentários

Em alta