O delegado responsável pelo caso, Sérgio Lopes, afirmou que as informações iniciais é de que a vítima estaria embriagada e foi até o local onde o cunhado estava e começou a provocá-lo.

Vítima foi golpeada pelas costas na nuca com um pedaço de madeira.

Um crime ocorreu na tarde deste sábado, dia 25, no Bairro Três Botequins, localizado na cidade de Brasiléia, distante cerca de 244km da capital do Acre. A vítima foi identificada como Sérgio Alves de Lima, morto com um único golpe de madeira (ripa) na cabeça.

O autor que mora ao lado da casa da vítima, foi identificado como sendo seu cunhado, Jesilmar Silva Cavalcante, que estaria sob efeito de bebida alcoólica e estava trabalhando empilhando uma madeiras, quando passou a ser xingado sem motivos aparente.

Sérgio teria chegado embriagado e iniciou a confusão, ao ponto de irritar o seu cunhado que perdeu a razão e pegou um pedaço de madeira e foi de encontro da vítima, lhe golpeando pelas costas e lhe acertou na nuca que caiu já sem vida.

Corpo de Sérgio foi resgatado por agentes da Polícia Civil e seria levado ao IML. Suspeito fugiu do local.

Após golpear seu cunhado, Jesimar fugiu do local tomando rumo ignorado. Uma equipe do SAMU teria sido acionada, mas após chegar no local, apenas constatou o óbito de Sérgio.

O pedaço de madeira que foi usado foi levado para delegacia. As autoridades policiais militar e civil estão no caso, na tentativa de localizar o autor nas próximas horas para ser ouvido.

Crime ocorreu na tarde deste sábado (25) em Brasileia, no interior do Acre — Foto: Divulgação/Polícia Civil

“Essas são as primeiras informações. O que temos é que a vítima foi golpeada em via pública e acabou não resistindo. Já temos a identificação do suspeito, mas ele ainda não foi localizado. Vale destacar que este é o primeiro homicídio registrado na cidade nos últimos quatro meses, e temos trabalhado para reduzir esses índices”, afirmou o delegado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar ao local do crime, Lima já estava sem vida. O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco para os procedimentos cabíveis e em seguida, ser liberado para a família.

Sérgio Alves de Lima, de 39 anos, morreu após levar paulada na cabeça no interior do Acre — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Mais informações a qualquer momento.

 

Comentários