A tortura durou cerca de 10 minutos, com uma arma apontada para sua cabeça

SAIMO MARTINS

Na madrugada da última quinta-feira (20), Israel Nogueira relatou por meio de suas redes sociais que sofreu um assalto em sua própria residência, em Rio Branco, quando também foi violentado fisicamente e psicologicamente.

Segundo ele, além dos bandidos terem levado seus móveis e objetos pessoais, não satisfeitos, resolveram lhe torturar, tanto fisicamente, quanto psicologicamente. “Um pouco do que é ser torturado dentro de casa às 2h da manhã, sendo chamado de vagabundo por assaltantes armados”, contou revoltado.

Nogueira revelou que a tortura durou cerca de 10 minutos com uma arma apontada para sua cabeça, no entanto, mesmo com as ameaças, ele acabou vivo. “Me deixaram vivo, o que pra mim já foi o principal”, declarou.

Comentários