Histórias são passadas para filhos e netos nos encontros – Foto: Nacib Aiachi/arquivo pessoal

Como diz o ditado, “sempre é bom lembrar”. Assim aconteceu mais uma vez entre um grupo de amigos, que se conhecem há mais de 30 anos e levava alegria para muitos da época.

O grupo de dança Flash Dance, criado na década de 80 e que perdurou até meados de 90, tem muitas histórias pra contar. Hoje, a maioria estão com idades de 45 à 60 anos, casados, com filhos e netos, mas… não deixaram de se ver mantendo a eterna amizade entre eles.

Histórias são passadas para filhos e netos nos encontros – Foto: Nacib Aiachi/arquivo pessoal

O grupo criado chegou a realizar muitas apresentações em danceterias da época, como a extinta e mais famosa; Phazer, Danceteria Rio Branco, Cine Teatro Recreio, Festivais de dança, aniversários e municípios vizinhos, levando brilho e o talento da dança.

Nesta última semana, dia 23, o grupo se reuniu pela quinta vez, onde teve um momento especial, o reencontro de um dos integrantes que não se via por três décadas. Para marcar mais ainda, era a final do campeonato sul-americano, onde 98% dos amigos torciam pelo Flamengo, atual campeão Carioca, da América do Sul e agora, Brasileiro.

Hoje, todos tem muitas histórias para contar aos filhos, netos e amigos, de uma geração que gostavam de dançar e levar alegria por onde passavam.

Os encontros sempre são regrados de muitas histórias e alegria entre os amigos de 30 anos – Foto: Nacib Aiachi/arquivo pessoal

 


Comentários