Criado para combater e coibir crimes no limite entre o Acre, Bolívia e Peru, 28 homens destinados a atuarem no Grupamento Especializado em Fronteiras do Acre (Gefron), receberam nesta segunda-feira 14, instruções para abordagem em aeronaves. As técnicas foram ministradas no Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), com o uso dos próprios aeroplanos conquistados pelo estado.

Com a possível existência de pistas clandestinas para o transporte de drogas ou outros objetos ilícitos em pequenos aviões, é necessário que o grupamento saiba como proceder em situações como estas. Durante a instrução, eles tiveram aulas práticas e teóricas sobre técnicas de abordagem, busca e funcionamento os equipamentos de voo.

“Nós apresentamos a esses 28 homens que atuaram em regiões de fronteira, como funciona uma aeronave, mostramos cada compartimento e repassamos conhecimento técnico de como eles devem proceder numa abordagem, onde e como podem fazer buscas em aviões. Eles vão estar sempre em operações nas alturas então se fez necessário capacita-los neste sentido”, disse o piloto e sargento Peres, da Polícia Militar.

Durante a instrução, os homens tiveram aulas práticas e teóricas sobre técnicas de abordagem, busca e funcionamento os equipamentos de voo Foto: Cedida

A instrução foi acompanhada de perto pelo comandante do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Cleiton Almeida que destacou a importância do serviço em missões aéreas, “Se deparar com uma aeronave suspeita de estar transportando objeto ilícito pode acontecer então é preciso que esses homens estejam devidamente capacitados e nesta instrução eles tiveram com certeza um bom treinamento”, finalizou o comandante, Almeida.

Comentários